Alergias a pelo de animais: sintomas e tratamentos

Você sofre com alergias a pelo de animais? Então saiba que é possível resolver esse problema com medidas simples. Descubra como identificar os sintomas…

Você sofre com alergias a pelo de animais? Então saiba que é possível resolver esse problema com medidas simples. Descubra como identificar os sintomas de uma reação alérgica e veja os melhores tratamentos.

 

Nem sempre é o pelo do animal que causa alergia. (Foto Ilustrativa)

Nem sempre é o pelo do animal que causa alergia. (Foto Ilustrativa)

 

Quem tem bicho de estimação em casa sabe o quanto é difícil controlar a queda dos pelos. As roupas, os móveis e o chão ficam tomados por esses filamentos. Por conta disso, as pessoas mais sensíveis acabam apresentando reações alérgicas.

Alergia a animais ou a pelos?

Na maioria das vezes, a alergia a animais é associada a presença de pelos ou penas. No entanto, isso não é uma verdade. O que acontece na maioria dos casos é que o bicho de estimação dentro aumenta a proliferação de ácaros em casa.

De acordo com informações do Hospital Albert Einstein, 95% dos casos de alergia a animais são causados por ácaros e apenas 5% estão relacionados aos pelos de cães e gatos.

Pouca gente sabe, mas as alergias estão relacionadas a herança genética. Se uma pessoa é alérgica, os seus descendentes têm 50% de chances de desenvolver o mesmo problema.

Sintomas de alergia a pelo de animais

Espirro e coriza são sintomas típicos. (Foto Ilustrativa)

Espirro e coriza são sintomas típicos. (Foto Ilustrativa)

A pessoa que tem alergia a pelo de gato e cachorro sofre com diferentes sinais de irritação pelo corpo. Ela pode apresentar vermelhidão na pele, coceira, coriza, espirros, congestão nasal, conjuntivite, rinite e até mesmo asma. Nos casos mais extremos, existe a possibilidade de anafilaxia.

A anafilaxia, reação mais severa da alergia a animais, é caracterizada por um conjunto de reações alérgicas no corpo, com sintomas respiratórios, circulatórios, digestivos e cutâneos.  O problema também pode vir acompanhado de pressão baixa, fechamento das vias respiratórias e danos na circulação.

Leia Também:  Febre reumática: causas, tratamento

Tratamento para alergia a pelo de animais

Existem algumas medidas que ajudam a tratar alergias a animais domésticos. Em primeiro lugar, a pessoa alérgica deve procurar um médico alergista-imunologista para fazer exames e identificar a substância que desencadeia as crises alérgicas.

Para prevenir alergia, lave o pet toda semana. (Foto Ilustrativa)

Para prevenir alergia, lave o pet toda semana. (Foto Ilustrativa)

O tratamento para alergias é medicamentoso e somente o médico tem condições de indicar a dose de remédio mais apropriada para cada caso. Em geral, receita-se corticoides nasais e antialérgicos.

Depois de realizar o tratamento contra alergia a animais, a pessoa alérgica deve tomar as devidas providências para prevenir o problema. É possível conviver com o animal de estimação, desde que ele tome banho pelo menos uma vez por semana. Outro ponto importante é priorizar a limpeza da casa.

 

Top