O que acontece quando você deixa de contribuir para o INSS?

Felipo Bellini 18/09/2021 Notícias

O Instituto Nacional do Seguro Social, é o órgão público responsável que efetua os pagamentos como, aposentadoria, licença maternidade, auxilio-doença, entre outros benefícios públicos.

O INSS, fornece benefícios aos cidadãos que possuem carteira assinada e para os autônomos que possuem inscrição na Previdência social. Porém, para adquiri-los, é necessário a efetuação de um pagamento mensal.

Sendo assim, o trabalhador que deixar de contribuir para este órgão, automaticamente perderá essas vantagens e a carência, que serve de ingresso para alguns direitos da Previdência Social. Esta carência consiste na quantidade de tempo e valor que o empregado contribuiu, para que então possa haver a solicitação do direito.

O que acontece quando você deixa de contribuir para o INSS

Fonte/Reprodução: Original

Entretanto, cada benéfico contém um prazo específico, são estes:

  • Aposentadoria por idade: Tempo mínimo de 180 meses;
  • Aposentadoria por invalidez: Tempo mínimo de 10 meses
  • Auxílio-doença: Tempo mínimo de 12 meses;
  • Auxílio-maternidade: Tempo mínimo de 12 meses;
  • Auxílio-reclusão: Tempo mínimo de 24 meses.

Caso haja a perda dessas vantagens, o trabalhador deverá contribuir com pelo menos metade do tempo que a carência exige para que se tenha a qualidade de segurado.

Período de Graça da contribuição do INSS

Sua função, consiste na continuidade dos benefícios mesmo sem haver uma contribuição para o órgão ou desempenho em alguma atividade ligada a Previdência Social. Algo que está colaborando muito durante este atual cenário pandêmico, visto que, muitas pessoas fiaram desempregadas e sem condições financeiras. 

Todavia, esse período dependerá do Segurado e o quantitativo contribuinte. Para aqueles que forneceram um total de até 120 contribuições, receberá 12 meses do Período de graça. E os que supriram mais de 120, terão um período maior, podendo chegar a 24 meses.

Para quem foi demitido, este prazo se prolonga por mais 12 meses, e estes que provarem que estão em desemprego voluntário, receberão um total de um ano a mais. Os que fizeram a contribuição na modalidade facultativa, receberá 6 meses, e serão dados 3 meses aos que servirem ao exército de forma obrigatória.

Outros artigos

Blusa de frio Hollister: modelos

04/07/2013

Blusa de frio Hollister: modelos

O inverno chegou e é hora de começarmos a nos preocupar com roupas mais quentes, nisso ao abrir o armário vemos que não há tantas opções ou que as que temos já estão...

Ligar de Graça Pela Internet

30/07/2015

Ligar de Graça Pela Internet

Ligar de graça pela internet já é considerada uma atividade possível, basta acessar os sites certos para desfrutar desse gênero de serviço. As ligações feitas online...

Roaming Internacional Tim

25/02/2013

Roaming Internacional Tim

Quem viaja para o exterior precisa ficar atento a ativação do Roaming Internacional em seu celular. As tarifas deste serviço variam de acordo com cada operadora, por...