Menu
Você está em: MundoDasTribos > Reações alérgicas da progressiva

Algumas mulheres apresentam reações alérgicas após realizar a escova progressiva. Conheça alguns sinais e sintomas dessa manifestação.

Muitas mulheres possuem o desejo de terem o cabelo liso

Muitas mulheres, devido ao imenso desejo de terem o cabelo liso, recorrem a procedimentos alisadores, como a escova progressiva, porém, sem que possam adivinhar, algumas delas poderão apresentar reações alérgicas ao componente alisador do produto. Para conhecer alguns sinais e sintomas das alergias provocadas pela escova progressiva, separamos algumas informações a respeito do assunto.

Veja também: Danos causados pela escova progressiva.

Conhecendo o processo de alisamento

Cada fio do nosso cabelo é dividido em três partes: a cutícula, o córtex e a medula, sendo que toda a estrutura é recoberta por uma proteína, a queratina. De maneira geral, as substâncias que possuem função de alisamento e, desse modo, estão presentes na escova progressiva, atuam sobre essa proteína de revestimento, promovendo a quebra da queratina e fazendo com que o cabelo fique liso.

Leia também: Mitos e verdades sobre a escova progressiva.

Lei anti-formol

São diversos os produtos existentes no mercado. No entanto, devido a seu preço, o formol é uma das substâncias mais utilizadas para conquistar o aspecto liso das madeixas. Porém, após ter sido relatado casos de intoxicação, por vezes fatal, o uso do formol foi questionado e abolido.

Queda de cabelo pode ser sinal de reação alérgica

Até mesmo uma lei foi criada, no intuito de controlar o uso dessa substância, onde foi estipulada a quantidade exata que pode ser utilizada nos produtos dos salões de beleza. A lei permite um alisamento que contenha uma concentração de até 0,2% de formol.

Quando suspeitar de reação alérgica ao produto?

Logo após realizar o procedimento de alisamento com escova progressiva é preciso que a pessoa fique atenta as possíveis manifestações que possam surgir. Entre elas, podemos citar:

  • Coceira no couro cabeludo;
  • Ardência tanto ocular, quanto no couro cabeludo;
  • Manchas avermelhadas no couro cabeludo;
  • Queda de cabelo em áreas específicas ou generalizada;
  • Falta de ar;
  • Inchaço no couro cabeludo;
  • Dermatite;
  • Rachaduras na pele;
  • Conjuntivite pós-escova progressiva;
  • Sinais de queimadura local;
  • Espirros;
  • Secreção nasal;
  • Tosse.

Procurar um profissional que utilize produtos licenciados pela ANVISA é indispensável

Apesar de muitas mulheres realizarem a escova progressiva para alisar os cabelos, algumas podem manifestar sinais e sintomas de alergias. Porém, após conhecer as principais manifestações clínicas, basta ficar atenta e, mediante o surgimento de qualquer alteração, procurar o atendimento médico o quanto antes. Vale lembrar que, para evitar piores consequências, basta procurar profissionais que utilizam produtos autorizados pela ANVISA. Sua saúde agradece a cautela!

Leia também: Escova progressiva aprovada pela ANVISA.

Recomendados para você:

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL