Bichos

Raças de Cães: Conheça a que mais combina com você (100 raças)

As raças de cães variam muito elas podem ser de porte pequeno, médio ou grande, cada uma com suas características distintas. Dizem que a escolha do cão deve ser feita pela raça e se ela combina com o ambiente e com o dono que a escolhe. Existem raças de cães para  serem criados dentro de casa e outros para a rua, portanto antes de comprar um cãozinho veja bem a raça e conheça um pouco mais sobre ela para não se arrepender  e fazer a escolha errada.

Raças de cães (Foto Divulgação: MdeMulher)
Raças de cães (Foto Divulgação)

Raças de Cães: Conheça a que mais combina com você (100 raças)

Para os amantes de animais, a hora de escolher seu bichinho é importantíssima, não apenas a empatia é necessária, aquele amor imediato ao encontrar o animal perfeito, mas certos cuidados na hora de escolher são necessários, como por exemplo a escolha da raça. Cada raça de animal possui suas características e se adaptam a ambientes diferentes, como por exemplo, você querer ter um animal de grande porte dentro de um apartamento. As raças de cães são importantes e devem ser estudadas antes de optar por alguma delas.

 

Cão da raça Bulldog Francês (Foto Divulgação: MdeMulher)
Cão da raça Bulldog Francês (Foto Divulgação)

A importância de informação e conhecimento

Conhecer a raça do cão significa conhecer o gênio e o porte do animal que você irá adquirir é importante, uma vez que cachorros, como todo tipo de ser vivo, trazem responsabilidades. Deveres e cuidados a serem tomados para que haja a chamada tutela consciente. Eles podem ser divididos em diversos grupos e em três portes, pequeno, médio e grande.

Conheça algumas das raças mais famosas de cães e saiba encontrar seu cão ideal.

Cão da raça Poodle (Foto Divulgação: MdeMulher)
Cão da raça Poodle (Foto Divulgação)

Raças de Cães: Poodle

O mais conhecido dos cães franceses, essa raça é conhecida por ser uma das mais inteligentes raças de cachorro. Capaz de aprender com muita facilidade, acabou se tornando famoso por todo o mundo. Além disso, ainda deve-se levar em  conta sua beleza e originalidade.

Um cão de anatomia bem construída, ele é gracioso, além de ser facilmente domesticável, o que o torna um excelente cão de companhia.

Quanto ao porte, o poodle pode ser dividido em até seis números, indo do 0, o menor, considerado porte Toy, o menor dos tipos de porte pequeno, até o número 5, que chega a ser do mesmo tamanho de um dobermann.

 

Raças de Cães: Dobermann

Cachorro de porte grande ideal para áreas externas (Foto Divulgação: Pet Caramelo)
Cachorro de porte grande ideal para áreas externas (Foto Divulgação)

Um tipo de cachorro conhecido por seu porte e elegância, o Dobermann é um belo cão de trabalho, muito utilizado na função de cão de guarda.

Seu temperamento costuma ser dócil e calmo, muito sociável com crianças, além de possuir grande fidelidade para com seus donos. O tamanho impressiona, sendo que a altura do macho costuma medir entre 68 e 72 centímetros e da fêmea entre 63 e 68 centímetros, portanto pode ser considerado um cão de grande porte. Seu pelo pode ser preto ou marrom com detalhes avermelhados.

Raças de Cães: Lhasa Alpso

Cão perfeito para quem precisa de companhia (Foto Divulgação: Os Paparazzi)
Cão perfeito para quem precisa de companhia (Foto Divulgação)

O Lhasa é um excelente cão de companhia. Originado do cruzamento entre o Terrier tibetano e o Spaniel tibetano este cão possui um temperamento alegre e cheio de confiança com estranhos. Considerado um dos melhores cães de companhia por ser extremamente sociável, ele é um companheiro, mas também uma sentinela, pois possui um ouvido apuradíssimo, ouvindo sons a distância.

Uma raça de cão extremamente peluda. A pelagem do Lhasa é reta, dura e longa, além de possuir sub-pelo espesso. Essa raça, considerada de pequeno porte, costuma medir entre 22 e 25 centímetros de altura. Suas cores são muitas, mas os exemplares encontrados com maior facilidade são os brancos, brancos com manchas em tons de caramelo, cinzas ou pretos.

Raças de Cães: Dachshund

Cão de caça muito inteligente (Foto: Divulgação)

Conhecido como Dachshund, Teckel ou Basset Cofap, essa raça de cães é esperta e de temperamento vivo, além de muito inteligente. O Dachshund, mesmo com seu porte pequeno é um cão de caça que possui um olfato finíssimo e a capacidade de seguir até mesmo o mais tênue odor existente.

Por ser um cão de caça, costuma ser elétrico, ser obediente, além de ser capaz de atacar animais com cascas grossas. Caso deseje um Dachshund é bom estar preparado para trocar seus brinquedos com frequência. É dócil com seus donos e muito fiel, embora cauteloso com estranhos, pode ser apresentado lentamente a outras pessoas. Pode ser considerado um ótimo cão de vigia.

O Dachshund possui um corpo longo, com pernas curtas, e pode ter pelagem longa, curta ou dura. É um cão de pequeno porte e pode ser encontrado em até três tamanhos, o normal, o anão e o Kaninchen, que se encaixa na categoria Toy.

Raças de Cães: Terrier Brasileiro ou Fox Paulistinha

Cão muito dócil com os familiares e principalmente com crianças (Foto Divulgação: Mulher/Terra)
Cão muito dócil com os familiares e principalmente com crianças (Foto Divulgação)

O Terrier brasileiro, também conhecido pelo nome de Fox Paulistinha é um típico Terrier de boa estrutura. Dócil com familiares, este cão possui um temperamento cauteloso com estranhos.

Com porte médio, é um cão forte e musculoso, enérgico, ágil, rápido e sempre alerta. É um excelente caçador de presas pequenas e ótimo guarda.

Sua pelagem é curta, lisa e dura e sua cor é branca com marcações que podem ser em marrom, preto ou azul. Costuma medir entre 37 e 40 centímetros de altura.

Raças de Cães: American Pit Bull Terrier

Cão fiel ao seu dono, embora meta muito medo (Foto Divulgação: Meus Animais)
Cão fiel ao seu dono, embora meta muito medo (Foto Divulgação)

Diferente do pensamento popular, o American Pit Bull Terrier, ou apenas Pit Bull, é um cão calmo, de temperamento amigável com humanos e fiel aos seus donos. Considerada a terceira raça de cães mais inteligente do mundo, costuma aprender rapidamente.

Segundo os resultados do American Temperament Test Society (ATTS), instituição responsável por estudar e avaliar o comportamento de milhares de cães de diversas raças quanto a equilíbrio, agressividade, instinto de proteção entre outros quesitos, o Pit Bull teve um dos melhores índices de aprovação, sendo considerado um dos mais dóceis e menos propensos a atacar humanos.  Apesar disso, a fama criada por criadores inconsequentes os colocou como os mais difíceis de serem adotados.

É um cão de porte médio, porém extremamente musculoso e com a capacidade de carregar até 30 vezes o seu próprio peso.

Cão da raça Pug (Foto Divulgação: MdeMulher)
Cão da raça Pug (Foto Divulgação)

Conheça todas as raças antes de comprar ou adotar seu cão

Para conhecer mais raças clique aqui e veja uma grande variedade de  cães. Vale lembrar que o cão é apenas o reflexo do dono e que a violência é instigada por humanos e não algo natural da raça. Não existe raça má, mas donos inconsequentes. Antes de comprar ou adotar um cão veja se possui espaço e se tem condições de cuidar de um ser vivo, pratique a tutela consciente.

Animais requerem cuidados e dão trabalho, mas compensam em companheirismo e amor incondicional. Entidades como o PEA e o Centro de Controle de Zoonoses de cada cidade possuem uma grande variedade de cães disponíveis para a adoção, entre eles, muitas vezes cães de raça. Vale a pena conferir, seu cão perfeito pode estar apenas esperando por você.

Raças de cachorros 000
Conheça mais 100 lindas raças de cães (Foto: Divulgação)

10 cuidados necessários com cachorros de raça

Os cuidados com os pets tem aumentado nos últimos anos e a verdade que os cães de raça, por exemplo, são mais frágeis que os vira-latas. A explicação para isso são muitas, mas a verdade é que na prática precisamos ter vários cuidados com elas, pois só assim evitaremos que elas tenham problemas de saúde e possam conviver com a gente mais tempo de vida.

Separamos então as dicas e você pode sempre seguir as sugestões, porém não deixe de sempre visitar um especialista para acompanhar a saúde do seu cachorro.

Dá para identificar um cão bem cuidado de longe (Foto: Divulgação)
Dá para identificar um cão bem cuidado de longe (Foto: Divulgação)

1) Dê amor

Bobagem para uns e verdade para outros. Os cães duram em média de 12 a 15 anos e quem vai ter um animal de estimação precisa ter consciência disso. Não é uma brinquedo, é uma vida que precisa ser preservada e você pode fazer isso já dando amor.

Antes de adotar um cachorro é necessário saber se você está preparado (Foto: Divulgação)
Antes de adotar um cachorro é necessário saber se você está preparado (Foto: Divulgação)

2) Pesquisa a raça do seu cachorro

Muita gente vai adotar ou mesmo comprar um cão de raça e nunca pesquisa sobre as peculiaridades deles. A verdade é que essa pesquisa para entender mais a raça pode te ajudar a lidar com ele de forma mais clara e melhor, sem ter muitas confusões. Então, busque na internet conhecer a raça do seu pet e veja um pouco da personalidade dele.

Levar o cachorro periodicamente ao veterinário é essencial (Foto: Divulgação)
Levar o cachorro periodicamente ao veterinário é essencial (Foto: Divulgação)

3) Visita ao veterinário

Acabou de pegar o bicho? Visite o veterinário para uma primeira inspeção. De cara o especialista já consegue notar algumas coisas e ele possui conhecimentos específicos que podem te ajudar a lidar com a raça.

Assim como os humanoi os cachorros precisam de cuidados especiais, como por exemplo vacinação (Foto: Divulgação)
Assim como os humanos os cachorros precisam de cuidados especiais, como por exemplo vacinação (Foto: Divulgação)

4) Siga o calendário

É preciso dar vacina, vermífugos e outros procedimentos comuns. Siga as instruções passadas pelo veterinário e não abuse da sorte. Prazo é prazo e o dono deve ajudar seu cão a manter tudo em ordem com o calendário de vacina.

Cachorros precisam de diversão (Foto: Divulgação)
Cachorros precisam de diversão (Foto: Divulgação)

5) Diversão

Além do amor, que é fundamental para o bicho, a diversão também é importante e ajuda no bem-estar do animal.

Tem gente até colocando microchip nos animais de estimação (Foto: Divulgação)
Tem gente até colocando microchip nos animais de estimação (Foto: Divulgação)

6) Microchip

Tem muitos cachorros que os donos inseriram o famoso microchip para nunca perder o pet. Sinceramente este é um cuidado importante, mas que fica a seu critério. Afinal, se o cachorro é de raça, pode ter certeza que tem pessoas de olho, assim como acontece com os gatos persas, por exemplo. Fugiu? Alguém acaba adotando.

Abandono de animais é crime, então, pense bem antes de adotar um (Foto: Divulgação)
Abandono de animais é crime, então, pense bem antes de adotar um (Foto: Divulgação)

7) Não abandone

Deixar o animal de lado ou mesmo largar ele na rua é um crime, crime mesmo. Ao contrário do vira-lata, os de raças não conseguem se virar sozinhos na rua e com a saúde já automaticamente fragilizada, os pets duram bem menos nesta lei da sobrevivência.

A higiene do cão é essencial (Foto: Divulgação)
A higiene do cão é essencial (Foto: Divulgação)

8) Limpe a sujeira

Muita gente acha que pode deixar as fezes e até mesmo o xixi do cachorro por horas a fio sem limpar. Na verdade, todos correm risco de saúde quando isso acontece, pois o ideal é sempre limpar para evitar a contaminação de bactérias.

Levar o cachorro para passear faz parte das suas obrigações (Foto: Divulgação)
Levar o cachorro para passear faz parte das suas obrigações (Foto: Divulgação)

9) Leve ele para passear

O ato de passear agrada qualquer um, inclusive o cachorro. Porém, o ideal é sempre ter equipamentos de passeios de acordo com a raça do cachorro, incluindo coleira e outros itens. Lembre-se de sempre acompanhar seu bichinho e não deixá-lo solto por aí.

O animal precisa de uma boa alimentação de verdade (Foto: Divulgação)
O animal precisa de uma boa alimentação de verdade (Foto: Divulgação)

10) Boa alimentação

Por último, mas não menos importante. A alimentação, assim como nas nossas vidas, tem papel fundamental na existência dos pets. Portanto, peça sempre indicação de comida para o veterinário, pesquise você mesmo e depois compre.

Alguns especialistas indicam, inclusive, uma dieta com comida mesmo para os bichos, o que poderia fortalecer o sistema deles e deixá-los mais forte para encarar os desafios da vida.

A melhor maneira de evitar problemas graves do futuro é prevenir, é apostando que remediar é bem pior em vez de proteger.

Aprenda a alimentar melhor o seu cão (Foto: Divulgação)
Aprenda a alimentar melhor o seu cão (Foto: Divulgação)

Porque adotar e não comprar um cachorro?

A adoção de cães está cada vez mais popular e o motivo é simples: solidariedade. Um animal 100% de raça tem sim suas vantagens, já que é mais simples saber os traços comportamentais e características físicas quando tem certeza que ele é de uma determinada variação. Acontece que as pessoas estão optando cada vez mais pela adoção porque além de ser um ato de amor, ajuda a tirar animais de situação de risco das ruas.

Muitos donos de animais se esquecem da importância da castração, tanto para as fêmeas, quanto para os machos. Castrar o animal é uma forma de controlar a reprodução e de evitar um monte de doenças. Quando a castração não acontece os animais acabam se reproduzindo desmedidamente se não existe um cuidado.

Castrar o seu animal é um ato de amor e existem vários locais para fazer isso gratuitamente. Algumas campanhas de organizações são feitas para que a castração seja feita e evite que animais nasçam já em uma situação ruim de vida, de risco.

Acontece que como existem ainda donos irresponsáveis que não castram os seus animais e permitem a cria sem um controlem, a quantidade de animais nas ruas só aumentam.

O abandono dos animais também ocorre porque as pessoas tratam o animal como objeto e na primeira dificuldade o larga. Por isso, antes de comprar ou adotar um animal entenda que terá responsabilidades com ele, que vai precisar entender como cuidar dele e a forma correta de lidar com o animal no dia a dia.

Ao comprar um animal você pode também estar alimentando um comercio que explora esse bicho. è claro que existem criadores de animais que andam na linha e cuidam bem do animal até ele ser vendido, mas existem pessoas que fazem a criação de animais irregularmente e que se ele não é vendido os soltam na rua para não ter gastos com a criação do bicho.

Ao adotar um animal você acaba inibindo esse tipo de criadouros que acabam agindo fora da lei e consegue ajudar um animal que antes estava em uma situação de risco. Sempre que possível, mesmo se quiser um cachorro de raça pura, tente pesquisar por adoção, pois muitos cães de raça estão sendo abandonados e precisam de um lar com amor, carinho e cuidados básicos.

Veja as 15 raças de cachorros mais bonitas do mundo

 

Conheça as 17 raças menores raças de cães no mundo

 

 

Conheça as 10 raças de cachorros mais inteligentes do mundo

Recomendado para você
Comentários
  1. elineia cordeiro disse:

    adoro caes mas de raça pequena acho eles tao meigo , muito fofinhos

  2. raniele disse:

    Só tem cachorro bonito mas não tem o estilo que eu quero.
    Eu quero um cão de porte pequeno e pelo muito macio.
    SE vocês souberem de um site que tenham cachorros assim por favor me avisem atraves desse comentario.
    Valeu gente.

  3. PERY LEAL disse:

    Desejo adotar cadela dachshund não cadastra.
    Tenho um macho e ele deseja uma companheira.

  4. Rose grosso disse:

    ola estou a procura de um casal de labrador pós tenho dos filhos que esta querendo digo o casal porque ser for do mesmo sexe geralmente eles brigam por isso que prefiro casal e essa raça alem de do cio eles são lindo

  5. maura disse:

    sempre tive cães desde q me conheço por gente,sempre cuidei dos meus amigos lembro q deixava de comer pra dar pros meus cuscos.com 7 anos já tinha meus amiguinhos,achava-os na rua.todos sarnentos,cheios de bicho de pé,bicheira,mas mesmo assim os levava pra casa.um dia um ex patrão ofereceu um filhote,mas foi logo avisando q estava quase morto,mesmo assim eu o quis e pra minha surpresa quando ele chegou era um filhote de fila brasileiro.apesar de muitoooooooooooo judiado ele abanou o rabinho.40 dias depois ninguém mais conhecia o meu bb,ele estava lindo,saudável e nunca saia de perto de mim.ele durou 16 anos e infelizmente chegou o dia q ele partiu.estou sempre cuidando dos cães q largam na rua.eu os alimento e os cuido quando estão machucados.mas meu sonho é ter um outro filhote de fila brasileiro.não tenho condições de comprar um hj em dia pois pedem mais doq eu possa pagar,mas quem sabe?
    quem tem o seu cuide com muito amor,todos os cãesinhos não importa a raça.ame-os e vcs terão a recompensa.abração amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *