Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Serviços > O que fazer em caso de cheque clonado

O que fazer em caso de cheque clonado

Tenha cuidado ao usar o cheque como forma de pagamento (Foto: Divulgação)

Você acessou sua conta bancária e descobriu que um cheque foi devolvido e, ao verificar com mais cuidado, percebeu que a numeração não corresponde aos cheques que repassou nos últimos tempos. Ao checar o talhão houve a confirmação: o cheque foi clonado. A primeira atitude a se tomar é ir até a agência bancária em que você é correntista e conversar com o seu gerente sobre o caso. Mas outras providências devem ser fazem parte do procedimento que resolverá de vez o problema.

Para confirmar a falsificação é preciso solicitar uma microfilmagem, que trata-se de uma cópia do cheque (da frente e  do verso), que possibilita uma melhor análise do documento. Essa solicitação deve ser atendida em alguns dias, e o banco não deve cobrar por isso, pois nesse caso o cliente só quer uma comprovação da fraude. Se comprovado que o cheque é “frio”, o cliente deve cobrar do banco a retirada de seu nome do sistema de devedores e de cheques sem fundo, além da instituição financeira ter que ressarcir a pessoa, caso alguma taxa tenha sido cobrada indevidamente.

Peça microfilmagem do cheque (Foto: Divulgação)

É necessário abrir um boletim de ocorrência para se resguardar de problemas futuros ocasionados por cheques clonados, como por exemplo, cobranças judiciais. Alguns golpistas utilizam os cheques como forma de pagamento e a pessoa que o recebe, por sua vez, muitas vezes não sabe que o cheque não possui validade por ser falso, mas só descobre isso depois de lhe causar problemas judiciais, isso porque muitas falsificações são muito parecidas com o talhão original.

Cuidado com o talão de cheque (Foto: Divulgação)

Como evitar problemas com cheques clonados

Depois que a clonagem acontece você demora algum tempo para se organizar novamente. Por isso, evite que o problema aconteça. Para isso, não leve os cheques com você, evite deixá-los na bolsa, só leve-os se for necessário. Muitos falsificadores utilizam um cheque original para fazer suas fraudes, preenchendo como se fosse o dono do talão. E aproveitam a folha roubada para fabricar mais, idênticas a que foi subtraída.

Outra atitude que deve ser seguida é não passar cheque em locais suspeitos, ou desconhecidos. Nesse caso o falsificador consegue visualizar inclusive a sua assinatura, e copiar mais facilmente. Siga essas dicas de segurança para garantir que o cheque não seja fonte de problemas. E se acontecer do item ser clonado, aja com rapidez.

Recomendado para você
Serviços

Livraria Cultura SP, Endereços, Telefone

Serviços

Como Fazer CPF de Menor de Idade

Serviços

Como ser Voluntário da ONU

Serviços

Maquiagem de Palhaço, Passo a Passo

Comentários
  1. cleide disse:

    adorei as dicas estou com um cheque clonado e não estou conseguindo resolver… agora já entendi por onde vou começar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *