Bem Estar

Leite empedrado: o que fazer

O leite empedrado é uma das dificuldades mais frequentes encontradas pelas mães logo no início da amamentação. As mamas ficam mais duras, sensíveis e dolorosas, aparecem fissuras no bico e algumas apresentam aumento da temperatura no local, o que acaba atrapalhando a amamentação. Porém é importante esclarecer que se trata de um problema temporário e que pode ser solucionado, por isso a mãe não deve desistir de amamentar.

O ingurgitamento é um problema muito comum durante a amamentação.
O ingurgitamento é um problema muito comum durante a amamentação.

Leite empedrado: o que fazer

O que é o leite empedrado?

O leite empedrado é o ingurgitamento das mamas, endurecimento e dificuldades para a saída do líquido. Esse problema acomete geralmente as mulheres nos primeiros dias da amamentação, fazendo com que elas tenham grandes dificuldades para amamentar. Podem ocorrer dores, rachaduras no bico e aumento da temperatura local. Além disso, ainda existe a dificuldade da pega do bebê, fazendo com que o pequeno chore e tenha dificuldades para se alimentar. Com todas essas dificuldades a mãe acaba ficando nervosa e desistindo da amamentação.

O que causa o empedramento do leite

O empedramento acontece por um motivo muito simples. A mulher logo nos primeiros dias da amamentação produz uma quantidade de leite muito maior do que o bebê necessita. Dessa forma, a sobra de leite acaba endurecendo, formando nódulos, prejudicando tanto a mãe quanto o bebê.

Leia também: Principais problemas que impedem a amamentação. 

Leite empedrado o que fazer 1234

O que fazer quando o leite estiver empedrado 

1. Alimente o bebê: ofereça o peito várias vezes para a criança, principalmente a cada troca de fraldas. Dessa forma, o leite produzido é sugado pelo bebê, evitando o empedramento do leite;

2. Banhos e compressas quentes devem ser evitados: eles aumentam ainda mais a produção do leite, aumentando também o problema. O ideal é fazer compressas com água fria e banhos mornos;

3. Ordenha natural: o ideal é fazer massagens nas mamas e, em seguida, realizar uma ordenha manual, sem uso de bombinhas. Assim você mantém a mama com uma menor quantidade de leite impedindo o empedramento.

Como realizar a massagem das mamas

  • A mãe deve realizar massagens com movimentos circulares, com as pontas dos dedos indicadores e médios, no sentido do bico para a base procurando os nódulos e desfazendo-os;
  • Em seguida, os dedos indicadores e polegares devem ser posicionados formando um “C” no final da região areolar, fazendo movimentos sincronizados para que o leite saia;
  • Os movimentos devem ser repetidos até que a mama fique mais macia. Dessa forma, o bebê conseguirá pegar e mamar de maneira confortável.

Veja também: Os cuidados com as mamas na amamentação.

 

Glândulas mamárias normais e durante a amamentação.

É importante saber que se o problema não for tratado logo, pode evoluir para uma mastite, que se trata de uma inflamação da mama. Essa doença deixa os seios quentes, vermelhos, doloridos e algumas vezes com pus. O segredo é manter a calma. É normal o bebê chorar um pouco, o importante é continuar tentando amamentá-lo e estimular a saída do leite.

Recomendado para você
Bem Estar

Programa Celso Portiolli Construindo Um Sonho

Bem Estar

Tapetes para Sala

Bem Estar

Espelhos Para Salão De Beleza Preços, Onde Comprar

Bem Estar

Decolar Passagens Aéreas Promocionais 2017

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *