Menu

Saúde

Atualizado em 31 de outubro de 2012, às 5:06 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Frieira: como curar

Muitas pessoas apresentam frieiras. Saiba como realizar o tratamento desse problema comum, principalmente nos pés.

Muitas pessoas sofrem com os sintomas da frieira. Ela é uma conhecida infecção por fungos e apresenta como manifestações clínicas, bolhas e fissuras na pele. Esse acometimento é mais visível entre os dedos dos pés. Por ser um problema muito comum em nosso meio, conheça como curar a frieira.

Saiba como tratar as rachaduras nos pés.

534174 Utilizar sapatos fechados pode favorecer o apreciemnto das frieiras. Foto divulgação Frieira: como curar Utilizar sapatos fechados pode favorecer o aparecimento das frieiras. (Foto divulgação)

Conhecendo mais sobre a frieira

A frieira é um problema muito comum entre os seres humanos. A patologia é ocasionada por fungos e traz como manifestações clínicas:

  • Bolhas;
  • Fissuras na pele;
  • Dor;
  • Coceira;
  • Ardência.

A pessoa pode apresentar apenas um, ou todos os sinais e sintomas anteriormente descritos. Esse problema acomete, principalmente, os dedos do pé. Vale ressaltar que, o clima úmido e temperaturas elevadas podem colaborar com o desenvolvimento do fungo causador da frieira.

Saiba como evitar o desenvolvimento das frieiras

A maior parte das frieiras pode ser evitada através da adoção de medidas preventivas e de higiene básicas. Um bom exemplo é enxugar bem os pés, em especial, entre os dedos, após o banho. Em caso de encontrar dificuldade de utilizar a toalha para realizar o feito, pegue uma toalha menor ou utilize o secador de cabelos para essa função. Outro cuidado muito importante, é evitar o uso rotineiro de meias sintéticas. Isso porque esse tecido não absorve o suor, colaborando com o aumento da temperatura local, o que resulta na manifestação do problema.

Evite, também, o uso de sapatos muito fechados e, sempre que possível, deixe seus pés respirarem. Nos banheiros públicos como os de clubes, nunca se esqueça de usar chinelos. Esta é uma forma de se proteger do contato com os micro-organismos causadores do problema.

534174 Diante de qualquer alteração busque a orientação de um médico especialista. Foto divulgação Frieira: como curar Diante de qualquer alteração, busque a orientação de um médico especialista. (Foto: divulgação)

Aprenda a identificar o problema

Além dos sinais e sintomas anteriormente descritos, a frieira também pode acometer as unhas. Quando isso ocorre, elas podem ficar grossas, amareladas ou esbranquiçadas. Diante dessas alterações, busque a orientação de um médico especialista.

 Como combater o problema das frieiras

Caso você já esteja com a frieira nos pés, procure lavá-los com água e sabão. Além disso, utilize uma mistura de álcool e cânfora passando no meio dos dedos como se fosse um creme hidratante. Faça isso sempre antes de dormir. Outro produto natural muito utilizado é o gérmen de trigo que além de hidratar, ativa a circulação local. Apesar de todas as dicas anteriormente descritas serem muito conhecidas, é ideal que, diante de um quadro de frieira, busque a orientação de um médico especialista. Apenas ele terá condições de avaliar e indicar o melhor tratamento.

534174 Uma higiene dequada pode prevenir a manifestação de frieiras. Foto divulgação Frieira: como curar Uma higiene adequada pode prevenir a manifestação de frieiras. (Foto: divulgação)

As frieiras acometem um grande número de pessoas. Muitas vezes, seu aparecimento está relacionado com a falta de higiene pessoal. Após conhecer alguns exemplos de produtos que ajudam a curar as frieiras, basta realizar o tratamento de forma adequada e se ver livre do problema.

Saiba como tratar e prevenir a micose.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.