Menu

Saúde

Atualizado em 16 de maio de 2013, às 15:50 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Fatores de risco do infarto agudo do miocárdio

O infarto agudo do miocárdio pode ser provocado por várias causas. Veja quais são os fatores de risco do IAM.

O infarto agudo do miocárdio é um problema que mata muitas pessoas todos os anos. Não é qualquer pessoa que desenvolve o problema. Aquelas que possuem fatores de risco tem chances muito maiores de ir a sofrer um ataque cardíaco. Saiba mais sobre o assunto e confira os fatores de risco do infarto agudo do miocárdio.

620662 O infarto agudo do miocárdio pode ser provocado por vários fatores. Foto divulgação Fatores de risco do infarto agudo do miocárdio O infarto agudo do miocárdio pode ser provocado por vários fatores. (Foto: divulgação)

O que é infarto agudo do miocárdio

O infarto agudo do miocárdio (IAM) é popularmente chamado de infarto ou ataque cardíaco. Trata-se de interrupção da passagem de sangue para o coração, o que leva a morte das células cardíacas.

A principal causa de IAM é o acúmulo de placas de gordura no interior das artérias que levam o sangue de volta para o coração. Outra possível causa é o relaxamento da artéria coronária.

Veja também como sobreviver se estiver sozinho durante o infarto 

Sintomas do infarto agudo do miocárdio

O principal sintoma do IAM é a dor em forma de aperto no coração, do lado esquerdo do peito. Porém, outros sintomas podem surgir, como:

  • Mal estar;
  • Enjoo;
  • Tontura;
  • Sensação de aperto na garganta;
  • Sensação de gases no estômago;
  • Aperto na garganta;
  • Dor na axila ou braço esquerdo.
    620662 O tabagismo é um dos fatores de risco do infarto agudo do miocárdio. Foto divulgação Fatores de risco do infarto agudo do miocárdio O tabagismo é um dos fatores de risco do infarto agudo do miocárdio. (Foto: divulgação)

Fatores de risco do infarto agudo do miocárdio

O infarto agudo do miocárdio é uma doença causada por vários fatores que atuam em conjunto e simultaneamente. Entre eles estão:

1. Hereditariedade: se na família existem pessoas que tiveram infarto, é preciso ficar atento, já que os fatores genéticos são relevantes para o aparecimento da doença.

2. Pressão arterial: controlar a pressão é essencial para prevenir problemas cardíacos como IAM. O ideal é que os valores estejam sempre em média 120×80 mmHg.

3. Diabetes: o controle da glicemia é essencial, principalmente para os portadores da doença. Os diabéticos podem sofrem infartos que não provocam dor no peito. Por isso, é importante ficar atento.

4. Colesterol: o controle do metabolismo de gorduras deve ser permanente. Existem medicamentos eficazes que ajudam no controle do colesterol e eleva os níveis de HDL. Os exercícios físicos também são grandes aliados do bom colesterol.

5. Tabagismo: a nicotina é um dos agentes mais agressivos para o surgimento de doenças cardiovasculares. Parar de fumar é essencial para quem deseja prevenir o infarto.

6. Triglicérides: geralmente ele aumenta quando há uma ingestão maior de carboidratos. É preciso controlar esse fator.

620662 A pressão alta também é um fator de risco para o IAM. Foto divulgação Fatores de risco do infarto agudo do miocárdio A pressão alta também é um fator de risco para o IAM. (Foto: divulgação)

Veja também como diminuir o risco de derrame e infarto 

O infarto agudo do miocárdio pode ser causado por vários fatores. A alimentação inadequada, a falta de atividade física, o tabagismo,o alcoolismo, a hipertensão arterial, o diabetes e muitos outros fatores podem influenciar no surgimento do infarto. É preciso tratar as causas e fatores de risco para prevenir o infarto agudo do miocárdio.

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.