Menu

Brasil

Atualizado em 13 de outubro de 2011, às 12:30 por Marília F. Silva
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Explosão no centro do Rio teria sido causada por vazamento de gás

Um vazamento de gás é a principal proposição apontada pelos bombeiros para a explosão no prédio na Praça Tiradentes, no início da Rua da Carioca.
290650 explosao centro rio size 598 Explosão no centro do Rio teria sido causada por vazamento de gás

Um vazamento de gás é a principal proposição apontada pelos bombeiros para a explosão no prédio na Praça Tiradentes, no início da Rua da Carioca, onde deixou três mortos e 17 feridos, no início desta quinta-fera (13).

Segundo Amaury Simões, o capitão do 5º grupamento do Corpo de Bombeiros do Rio, as primeiras informações coletadas no local, apontam para um vazamento na cozinha do restaurante Filé Carioca. “O restaurante ficou fechado no feriado. O chefe de cozinha, ao chegar, teria acendido a luz e causado a explosão”, esclarece Simões.

No entanto, funcionários do restaurante apresentam uma versão diferente. Segundo uma mulher levada para prestar depoimento na delegacia, o chefe de cozinha Antonio disse a ela para não entrar no prédio, pois, havia forte cheio de gás e estavam tentando solucionar o problema. O estabelecimento utilizava botijões de gás de grande porte.

O cenário é de calamidade. Os destroços invadiram parte da Praça Tiradentes e prédios vizinhos, onde tiveram os vidros quebrados. O prefeito Eduardo Paes esteve no local, e avisou que diversos prédios ficarão impedidos até que haja certeza de que nenhum deles corre o risco de desabamento.

“Parece que foi botijão de gás. A Defesa Civil está vendo riscos de desabamento. A princípio, não há risco de iminente. Mas até que seja confirmado, prédios do entorno ficarão interditados”, afirmou Paes.

Segundo o dono de uma loja de CDs, que fica próximo ao restaurante, há colunas devastadas, o que leva a entender que alguns edifícios podem estar condenados. O edifício do Filé Carioca possui janelas destruídas até altura do nono andar. Uma das alternativas para a averiguação é o uso de imagens de câmeras da CET-Rio.

Por restaurante ficar próximo de um batalhão da Policia Militar e do Quartel Central do Corpo de Bombeiros, facilitou a chegada dos grupos de resgate. Também muito próximo do local, fica o Hospital Municipal Souza de Aguiar, para onde os 17 feridos foram levados. Segundo os bombeiros 3 deles estão em estado gravíssimo.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.