Operação da Policia Federal prende seis pessoas de quadrilha transnacional

Uma operação da Polícia Federal prendeu seis pessoas hoje em 14 estados e no Distrito Federal. Batizada com um nome de jogo eletrônico de…

Uma operação da Polícia Federal prendeu seis pessoas hoje em 14 estados e no Distrito Federal. Batizada com um nome de jogo eletrônico de tiro, a operação “Black OPS” desmontou uma quadrilha especializada em lavagem de dinheiro, crimes tributários, evasão de divisas e contrabando.

A operação, que conta com ajuda de agentes da Interpol e da Receita Federal, está cumprindo 22 mandatos de prisão e 119 de busca e apreensão contra brasileiros e estrangeiros que atuam em uma organização criminosa trabalhando no Brasil e em outras nações. A investigação também teve apoio de agências de inteligência de Israel, Estados Unidos e Inglaterra. De acordo com o site da Exame, esse bando faz parte da máfia israelense Albergil Family.

A “Black Ops” também fez o bloqueio de bens da quadrilha estimados em R$ 50 milhões, proveniente de esquemas ilícitos de agiotagem, prostituição, exploração ilegal de jogos de azar e tráfico de drogas.

Os detidos na operação podem ter de responder por contrabando e comércio ilegal de pedras preciosas, formação de quadrilha, crime contra a economia popular, crimes contra ordem tributária, evasão de divisas, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e outros crimes, cuja pena são de até 10 anos de prisão, podendo ser acumuladas ou aumentadas.

Top