Menu

Saúde

Atualizado em 8 de agosto de 2012, às 12:25 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Dor de garganta: dicas para tratar

A dor de garganta é uma manifestação muito comum na população. Saiba como tratar o quadro de maneira adequada.

A dor de garganta é um dos incômodos mais comuns entre a população mundial. No entanto, ela precisa ser tratada da melhor forma, de modo a evitar complicações futuras. Para que você consiga lidar com essa enfermidade de maneira correta, separamos algumas dicas de como tratar a dor de garganta.

499058 A dor de gargnat e%C3%A9 uma das manifesta%C3%A7%C3%B5es mais comuns entre a popula%C3%A7%C3%A3o. Dor de garganta: dicas para tratar A dor de garganta é uma das manifestações mais comuns na população. (Foto: divulgação)

Conheça alguns remédios caseiros para gargante inflamada

Conheça algumas causas de dor de garganta

De maneira geral, a dor de garganta tem duas origens: a infecciosa e a inflamatória. Por isso, separamos abaixo alguns exemplos.

  • Faringite – inflamação causada por um vírus. A pessoa que manifesta o quadro afirma ter dor de garganta ao falar, engolir e até mesmo ao bocejar. Associado a isso, ela apresenta vermelhidão no final da boca. Em alguns casos, pode ocorrer a infecção no local, sendo caracterizado por aparecimento de placas de pus;
  • Amigdalite – esta pode ser causada por vírus ou bactérias. A pessoa, em geral, apresenta dor de garganta ao engolir, acompanhada ou não de febre e mal-estar. Nesse caso, é muito comum apresentar placas de pus;
  • Laringite – comumente confundida com a faringite, é uma infecção de origem viral. A infecção ocorre na laringe, ou seja, na região do pescoço, onde a voz é produzida. Associado a isso, o portador da doença pode manifestar dores no local, rouquidão e tosse seca.

    499058 A amigdalite pode manifestar febre. Dor de garganta: dicas para tratar A amigdalite pode manifestar febre. (Foto: divulgação)

Saiba como tratar as dores de garganta de maneira adequada

dor da garganta possui algumas causas, o que a classifica em subtipos. Através do seu quadro clínico, é possível diagnosticar sua origem e tratá-la adequadamente.

  • Faringite – seu tratamento é baseado em analgésico e antitérmico. No entanto, diante de um quadro infeccioso, é necessário associar antibiótico;
  • Amigdalite – o tratamento dessa entidade é semelhante ao anterior, ou seja, baseado em analgésico e antitérmico quando de origem viral e associado a antibiótico, quando de origem bacteriana;
  • Laringite – seu tratamento também é muito parecido com a da faringite. No entanto, diante de uma rouquidão persistente, é essencial buscar a orientação de um especialista, de modo a evitar futuras complicações.

Vale ressaltar que diante de qualquer um dos quadros anteriormente citados, é essencial buscar a ajuda de um médico. Isso porque ele é o profissional indicado para realizar o diagnóstico, assim como tratar as manifestações de maneira adequada e segura.

Aprenda a evitar as dores de garganta

Separamos abaixo algumas dicas de evitar uma das dores mais comuns da população, a dor de garganta.

  • Mantenha a garganta sempre hidratada;
  • Evite respirar pela boca;
  • Evite alterações bruscas de temperatura;
  • Caso você seja alérgico, evite os fatores desencadeantes.

    499058 Manter a hidrata%C3%A7%C3%A3o %C3%A9 essencial para evitar a dor de garganta. Dor de garganta: dicas para tratar Manter a hidratação é essencial para evitar a dor de garganta. (Foto: divulgação)

A dor de garganta é um dos problemas de saúde  mais comuns na população. Por isso, ela deve ser devidamente tratada, de modo a evitar futuras complicações. Busque sempre a orientação de um profissional da saúde quando algum desses sinais e sintomas se manifestar.

Conheça os sucos que aliviam a dor de garganta

A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.