Menu

Criança

Atualizado em 6 de dezembro de 2011, às 7:00 por Editorial MDT
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Cuidados para carregar a criança no Sling

Para carregar um bebê no Sling, é preciso ter alguns cuidados especiais para não prejudicar a saúde dele.

339502 Cuidados para carregar a criança no Sling 1 Cuidados para carregar a criança no Sling

O Sling, que significa “pendurar”, é a mais nova sensação no mundo fashion dos bebês. Baseado no modo em que as mães das culturas antigas como a africana, a indiana e as indígenas carregavam os seus bebês, ele é um pedaço de pano que deve ser enrolado no corpo do adulto de forma apropriada para que o bebê possa se confortar nele. Assim, o adulto pode carregar a criança colada ao seu corpo com mais facilidade e aconchego. No entanto, existem posições corretas para não prejudicar a saúde do seu bebê.

Saiba quais são os cuidados para carregar a criança no Sling.

Se você não tem muita experiência com o Sling, a posição vertical com o seu peito colado ao peito do bebê é a mais adequada para começar a carregá-lo. Para crianças recém-nascidas e prematuras, essa é a posição mais recomendada. Desse modo, elas podem ser carregadas tanto na sua frente quanto nas suas costas porque estarão bem confortáveis.

Os cuidados a serem observados quando o bebê é carregado nessa posição são: posição de cócoras, coluna arredondada em forma de “C”, bacia posicionada para dentro, joelhos dobrados até a altura do umbigo e pés livres. Entre os 2 e os 18 meses, essa deve ser a posição adotada com mais frequência.

339502 Cuidados para carregar a criança no Sling 2 Cuidados para carregar a criança no Sling

No Sling, o bebê também pode ficar na posição horizontal, entretanto, apenas nos momentos de amamentação. Para tanto, atente-se para que o bebê fique com as costas curvas em forma de “C” e  que ele consiga alcançar o seu peito, podendo, para tanto, virar-se de lado.

Crianças acima de 6 meses ou que estejam com a coluna mais firme já podem se sentar de lado no colo da mãe com o Sling. Desse modo, ela poderá ver o mundo que a rodeia e conseguirá interagir melhor com ele. Para tanto, certifique-se de que o pano sob o bumbum da criança esteja firme, que a coluna dela esteja bem reta e que os seus pezinhos estejam para fora do pano. No entanto, essa posição só deve ser usada em ambientes mais calmos e por pouco tempo, pois o bebê pode ficar super estimulado com os acontecimentos ao seu redor e ele precisa do contato direto com os olhos da mãe ou do pai para se sentir mais seguro.

Do mesmo modo, pode ser usada a posição canguru, ou seja, com o bebê sentado sobre o pano com o corpo virado para a frente. A criança que não tem contato com os olhos dos seus pais fica insegura e não consegue relaxar apropriadamente. Por isso, use essa posição apenas em locais tranquilos e com poucas pessoas, ou o seu bebê ficará muito agitado e estressado.

Esses são alguns cuidados para carregar a criança no Sling. Além de garantir maior conforto ao bebê e a quem o carrega, o Sling serve como um acessório, pois eles existem em várias cores e estampas em lojas especializadas. Portanto, se você pretende deixar o seu bebê mais seguro, relaxado e tranquilo, experimente carregá-lo em um Sling.