Menu

Notícias

Atualizado em 27 de fevereiro de 2012, às 20:25 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Notícias > Bota de Unna: como fazer

Algumas pessoas possuem grande dificuldade para cicatrização de feridas. Uma forma de amenizar o problema é o uso de Bota de Unna.
400224 KMYTD8220100921m Bota de Unna: como fazerPerna com curativo do tipo Bota de Unna

As feridas decorrentes de insuficiência venosa são denominadas úlceras. Elas acometem grande parte dos indivíduos portadores de doenças venosas de membros inferiores, como diabéticos, apresentando uma taxa elevada de recidiva. Existem diversas formas de cuidados que devem existir para a cura dessa ferida. Entre eles podemos incluir medidas com o repouso associado à drenagem postural do membro, assim como a terapia compressiva, que são essenciais à resolução do problema. Sabendo disso, conheça um pouco mais a respeito de como realizar a Bota de Unna, uma medida eficaz no tratamento das úlceras.

Um pouco de história

A Bota de Unna foi criada no ano de 1896 por Paul Unna. Atualmente, com a evolução da medicina, utiliza-se uma ligadura impregnada de óxido de zinco, calamina e gelatina que se coloca no membro afetado, de maneira a cobrir toda a perna até ao joelho. No mercado existem diversas marcas, sendo possível escolher qual a melhor em cada caso.

Utilidades da Bota de Unna

A Bota de Unna é extremamente útil na medida de terapia compressiva. Dessa forma, contribui com o aumento do retorno venoso, além de funcionar como elemento de proteção da pele. Com a manutenção da pele íntegra, devido aos seus constituintes activos, a Bota de Unna ainda aumenta a função de bomba venosa, diminuindo os edemas presentes.

400224 EV21DG220100921m Bota de Unna: como fazerAs faixas devem ser guardadas na geladeira

Contra indicações absolutas

A Bota de Unna está contra indicada nos casos de:

  • Arteriopatia periférica;
  • Insuficiência cardíaca descompensada;
  • Trombose venosa periférica;
  • Alergia aos componentes ativos.

Como utilizar?

A aplicação deve ser efetuada após o tratamento pré orientado pelo médico especialista, o que, de maneira geral, deverá ser da seguinte forma:

  • Lavagem do membro afetado;
  • Secagem cuidadosa do membro;
  • Manter o pé em um ângulo de 90 graus em relação à perna, a qual deve estar elevada e nunca pendente;
  • Realizar a envoltura com a faixa logo abaixo dos dedos do pé, continuando até a parte inferior do joelho;
  • Deve-se efetuar as voltas, sobrepondo os círculos em 50 a 75% do anterior;
  • Evite a constrição excessiva da faixa, pois pode trazer grandes desconfortos ao portador;
  • A Bota de Unna deverá ser trocada semanalmente, ou mais amiúde no caso de exsudado abundante ou diminuição acentuada do inchaço;
  • O paciente com Bota de Unna deve ser instruído a manter a perna seca e a usar um calçado confortável e largo;
  •  Deve ser também instruído a evitar ambientes muito quentes devido à sensação de picada que a Bota provoca com o calor.
400224 mecanismounna Bota de Unna: como fazer

As úlceras são patologias muito comuns aos portadores de insuficiência venosa. Após diversos avanços na área da medicina, ficou comprovado a eficácia no tratamento dessas feridas com o uso rotineiro das Botas de Unna. Porém, antes de utilizá-la, procure um atendimento especializado e questione quanto a efetividade desse tratamento em seu caso.