Toxoplasmose: causas, sinais e tratamento

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo Toxoplasma gondii, um protozoário que pode ser facilmente encontrado na natureza e possui a capacidade de…

Por Editorial MDT em 19/03/2012

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada pelo Toxoplasma gondii, um protozoário que pode ser facilmente encontrado na natureza e possui a capacidade de infectar uma grande quantidade de mamíferos e aves.

Quando adquirida durante a gestação, pode resultar em má formação fetal

Cerca de 80 a 90% das vezes a infecção em humanos é assintomática e passa desapercebida. Acontece que as defesas naturais do organismo são capazes de bloquear o parasita por tempo indeterminado, antes que ele possa causar danos. No entanto, quando ocorre uma depressão do sistema imunológico, que pode ser causada pela AIDS, uso de medicamentos (como os corticoides), terapia em indivíduos transplantados ou até mesmo após doença muito debilitante, ocorre um desequilíbrio entre as defesas naturais e o T. gondii torna-se livre para causar manifestações clínicas da doença.

Outro período em que a aquisição dessa infecção é considerada como estado de risco é durante a gestação, quando a doença pode resultar em má formação fetal.

☰ CONTEÚDO

Como se adquire a doença

Existem basicamente quatro meios de adquirir a infecção:

  • Ingestão de cistos (formas não desenvolvidas do parasita), que podem estar presentes em desejos animais contaminados, especialmente de gatos;
  • Transmissão intrauterina da mãe para o feto;
  • Ingestão de carne crua ou mal passada de animais contaminados;
  • Transplante de órgãos contaminados.

Quadro clínico

Os sintomas se apresentam de forma diferente em indivíduos com o sistema imunológico hígido e em pessoas imunodeprimidas.

  • Pessoas saudáveis

Geralmente essas pessoas não irão apresentar nenhum sintoma, porque seu sistema imunológico funcionante é capaz de inativar o parasita invasor. Quando ocorre sinais clínicos, geralmente são discretos e se assemelham a um estado gripal, que perdura por algumas semanas e desaparece sem intervenção. Uma queixa bastante frequente é o aparecimento de gânglios linfáticos palpáveis (as chamadas “ínguas”), especialmente na região do pescoço e geralmente indolores.

O quadro clínico pode ser semelhante a um estado gripal

  • Pessoas imunodeprimidas

As pessoas que apresentam uma diminuição da capacidade de proteção do sistema imunológico podem apresentar sintomas graves como febre, convulsão, dor de cabeça, náusea e diminuição da coordenação motora.

Tratamento

Geralmente as pessoas saudáveis não precisam de tratamento e recuperam-se sozinhas. Pessoas sem comprometimento do sistema imunológico e com sintomas leves, semelhantes a um estado gripal, podem ser tratadas apenas com sintomáticos.

Mulheres grávidas que adquiriram a toxoplasmose durante a gestação devem ser tratadas imediatamente, por isso a triagem sorológica para essa doença é tão importante no acompanhamento pré-natal.

Toxoplasma gondii, o parasita responsável pela doença

Pacientes imunocomprometidos necessitam de tratamento até que sua condição seja melhorada, porém, nos casos de pacientes com AIDS, o uso da medicação pode ser necessário pelo resto da vida.

A dica é ficar atento aos sinais, especialmente nos casos com gestação em curso ou com desejo de engravidar, e procurar um médico especialista para esclarecer dúvidas que possam surgir.

Top