Snowden pediu asilo ao Brasil: entenda

Snowden pediu asilo ao Brasil: entenda

Edward Snowden teria pedido asilo político ao Brasil. O ex-funcionário da CIA encaminhou um documento pedindo para 21 países o asilo político. De acordo…

Por Élida Santos em 03/07/2013

Edward Snowden teria pedido asilo político ao Brasil. O ex-funcionário da CIA encaminhou um documento pedindo para 21 países o asilo político. De acordo com o site Wikileaks, os apelos oficiais foram entregues no último domingo, 30 de junho, ao escritório do consulado russo no aeroporto de Sheremetyevo para que fossem passadas às embaixadas dessas nações.

Edward Snowden está sob ameaça de processo nos estados unidos (Foto: Divulgação)

Embaixadas brasileiras negam recebimento de pedido de asilo a Snowden

A BBC Brasil entrou em contato com as embaixadas do Brasil em Moscou e na Grã-Bretanha (país de origem da advogada de Snowden) e os seus representantes negaram o recebimento da documentação que solicita asilo político a Edward Snowden.

O ex-agente da Cia teria pedido asilo político a França, China, Irlanda, Áustria, Cuba, Finlândia, Islândia, Bolívia, Alemanha, Índia, Nicarágua, Polônia, Espanha, Itália, Holanda, Suíça e Venezuela, além de Equador, Rússia e Noruega, que confirmaram ter recebido o pedido em outra ocasião.

Governo Brasileiro diz não ter recebido pedido de asilo de Edward Snowden (Foto: Divulgação)

Edward Snowden denunciou governo dos EUA por grampo em ligações pessoais

Snowden é ex-técnico em segurança digital da CIA, e está sentindo-se ameaçado em seu próprio país porque delatou um sistema secreto de monitoramento de informações pessoais nos quais agentes da Agência Nacional de Segurança americana (NSA, na sigla em inglês) conseguiriam acessar diretamente servidores de nove grandes companhias de internet, incluindo Microsoft, Google, Facebook, Skype, Yahoo e Apple.

O denunciante teria conseguido esses dados quando prestava serviço para a NSA. Para fugir de um processo, no começo de maio desse ano ele fugiu do Havaí, onde residia, para Hong Kong. Já no Japão, Snowden  efez denuncias sobre o esquema de espionagem para o jornal britânico The Guardian e o americano Washington Post.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, uma investigação criminal foi aberta contra Edward Snowden e a justiça local tenta a sua extradição. Porém, ele conseguiu viajar para Moscou antes de ter sua volta a solo norte-americano concluída, e não foi mais visto. A Rússia deu a entender que não vai delatar o ex-funcionário da CIA.

Top