Seguros para casa – como contratar, preços

Não basta apenas morar, é necessário também se proteger. Por isso as seguradoras brasileiras estão investindo em planos que procuram garantir a segurança habitacional,…

É necessário tomar alguns cuidados para escolher o seguro habitacional.

Não basta apenas morar, é necessário também se proteger. Por isso as seguradoras brasileiras estão investindo em planos que procuram garantir a segurança habitacional, oferecendo coberturas que tornam a vida da família mais tranquila no imóvel.

Com tantas possibilidades disponíveis no mercado de seguros, torna-se complicado definir qual o melhor plano. Sem falar que as empresas estão sempre investindo em facilidades e supostas vantagens para aumentar o número de clientes. No entanto, para escolher o seguro imobiliário mais apropriado, é fundamental fazer uma pesquisa e esclarecer quais são as necessidades básicas.

A proposta de todos os seguros habitacionais é a mesma, ou seja, garantir a proteção do patrimônio. Entretanto, de acordo com a escolha do cliente, ele terá acesso a serviços adicionais que também podem acabar somando nas tarifas cobradas pelo plano.

Saiba mais: Seguros residenciais Caixa

Entre as principais promessas feitas pelos seguros imobiliários, vale ressaltar a proteção contra incêndios, tempestades, explosões, danos elétricos, inundações, danos hidráulicos, quebra de vidros e roubo. Ou seja, se o cliente tiver a sua casa lesada ou sofrer qualquer tipo de acidente, a seguradora entra em ação para prestar assistência necessária.

Dicas para contratar o seguro da casa

Proteger a casa é importante,mas evite incluir serviços desnecessários no plano.

Muitas pessoas se questionam sobre a importância do seguro habitacional e acabam abrindo mão desta proteção, enquanto outras chegam a estourar o orçamento pagando as parcelas de um plano que protege a casa. Para evitar problemas, é necessário chegar a um consenso, considerando os prós e contras.

Ao escolher o plano de seguro de um banco ou seguradora, é necessário tomar muito cuidado para não ser enganado e acabar aderindo serviços irrelevantes.  A propósito, antes de determinar o plano, é preciso fazer uma avaliação criteriosa e fiel dos bens da casa.

É importante fazer cálculos para avaliar se o plano é compatível com o orçamento.

Antes de assinar o contrato, o cliente precisa conhecer quais as garantias oferecidas pela seguradora, considerando o valor dos seus bens. É válido lembrar que, se a estimativa informada for abaixo do real, o seguro só arca com uma parte do prejuízo. A própria Associação de Defesa do Consumidor deixa clara a importância de fazer uma avaliação real dos bens para não ficar no prejuízo futuramente.

Leia Também:  Cuidados ao escolher uma imobiliária

Veja também: Mapfre Seguro Residencial

O preço do seguro da casa varia de acordo com a empresa prestadora de serviços, mas os valores costumam ser determinantes para a escolha do plano ideal. Para determinar quanto vale a apólice, é considerado o valor dos bens, as características do imóvel, a localização, o ano de construção, conservação do prédio e os dispositivos de proteção instalados.

Para conhecer valores de acordo com a sua propriedade, entre em contato com as seguradoras para fazer a avaliação.

Top