Salário Livre Santander: como funciona

A partir do dia 1° de janeiro de 2012, segundo a Resolução 3402 e 3424, do Conselho Monetário Nacional, o servidor e empregado público…

Por Élida Santos em 16/02/2013

O Salário Livre não tem tarifação (Foto: Divulgação)

A partir do dia 1° de janeiro de 2012, segundo a Resolução 3402 e 3424, do Conselho Monetário Nacional, o servidor e empregado público tem o direito de escolher o banco para receber o seu salário. Os funcionários que trabalham sob o regime de contratação CLT também podem solicitar a sua empresa que faça a transferência do crédito salarial para outro banco, de sua escolha, desde 2009.

Aproveitando essa liberdade de escolha o Santander criou o Salário Livre, onde as pessoas que recebem por meio da instituição financeira ficam livres de tarifas, desde que transfira sua remuneração automaticamente para o banco, além de não pagar tarifação do cartão de crédito caso faça pelo menos uma compra no mês utilizando essa forma de pagamento.

Outra vantagem de clientes Santander dez dias sem juros no limite do cheque especial, corridos ou alternados, por mês. Caso utilize por mais de dez dias, você paga por todo o período utilizado. Além disso, você tem a possibilidade de parcelar o saldo devedor pela metade dos juros do cheque especial.

Para aderir o serviço basta procurar o Santander (Foto: Divulgação)

Se você se interessou por esse tipo de serviço, basta preencher, assinar e entregar o Termo de Transferência uma única vez e diretamente ao banco pagador para que seja feita a transferência mensal e automática do seu salário para o Santander. Porém, é preciso que sua conta no banco seja aberta antes da entrega desse documento. Então o primeiro passo é ir até uma agência do Santander solicitar a abertura de uma conta corrente.

Uma vez feita a solicitação de abertura de conta corrente, preencha corretamente o Termo de Transferência Automática de Salário e entregue ao Banco Pagador. É importante que você tenha uma cópia deste documento. Este termo é a garantia de que o seu salário será transferido de forma automática todo mês.

A data de pagamento da sua remuneração será mantida, de acordo com as regras do Banco Central. O ponto positivo é que essa burocracia de solicitar a transferência salarial será feita apenas uma vez, depois, o procedimento passará a ser automático. E não se preocupe com relação a data que aparece nos seus cheques e cartões, como sendo o dia em que começou a se relacionar com o banco, já que é possível manter esse dado segundo a sua preferência. Para isso, basta solicitar que a instituição financeira que você tem um relacionamento mais longo seja a que conste no seu novo banco. Para mais informações acesse o site do Santander.

Top