Saiba levar os problemas corretos para o seu chefe

Os problemas fazem parte do dia-a-dia das empresas. Mais dia ou menos dia eles aparecerão e cabe ao funcionário decidir se tenta resolver sozinho,…

Analise o impasse antes de levá-lo ao chefe (Foto: Divulgação)

Os problemas fazem parte do dia-a-dia das empresas. Mais dia ou menos dia eles aparecerão e cabe ao funcionário decidir se tenta resolver sozinho, se a ajuda de seu gestor imediato, ou se leva o impasse para o chefe mostrar o caminho que deve ser seguido. Alguns colaboradores pecam pelo excesso, pois tudo que acontece, por menor que seja, correm para contar ao supervisor. E outros fazem exatamente o oposto. Omitem os problemas mais complicados e só levam para o chefe tarde demais, quando não há mais o que fazer para resolvê-lo.

Uma coisa é certa, não tem como fingir que nada está acontecendo e “tampar o sol com a peneira”. O primeiro passo é identificar os impactos do assunto a ser solucionado. Se perceber que foge da sua alçada não é vergonha nenhuma levá-lo para o gestor imediato. Lembre-se que o salário dele é bem maior que o seu justamente porque as responsabilidades são maiores. Mas isso não quer dizer que ele deve resolver tudo. Um bom chefe sabe delegar funções e adora iniciativas certeiras. A proatividade para resolução de problemas é bem vista na maioria dos casos.

Mantenha uma relação boa com seus colegas (Foto: Divulgação)

Se julgar necessário pedir orientação tome cuidado na hora de se comunicar. Os colaboradores que demonstram desespero, mesmo que o problema seja de extrema urgência, passam a impressão de que não são capazes de solucionar o impasse. O contrário também ocorre. Se o assunto for tratado com calma excessiva, pode ser que seu supervisor lhe julgue arrogante. Sempre que for pedir ajuda proponha, sutilmente, uma solução. Dessa forma você demonstra que está interado do assunto, mas que precisa respeitar a decisão do seu chefe antes de colocar em prática tudo que sabe.

Leia Também:  Conheça os problemas que mais aterrorizam os pais

Alguns impasses são de ordem pessoal. Casos de doença na família, problemas financeiros e demais situações que diz respeito somente a sua vida fora da companhia só devem ser levados ao supervisor em casos extremos, quando interferem diretamente no seu trabalho. Todos têm problemas, então não use os seus para justificar tudo que faz de errado. Ao colocar esse tipo de assunto em pauta tenha certeza de que é realmente necessário.

Procure o melhor momento para dizer o problemas para o seu chefe (Foto: Divulgação)

De todos os temas levados ao seu chefe, com certeza desentendimentos com colegas de trabalho são os mais delicados. O desgaste do dia a dia faz com que as relações entre as pessoas tenham atritos comuns. Fofocas, diferença no estilo de trabalho e até incompatibilidade de personalidade fazem com que as pessoas tenham uma relação cada vez mais conturbada. Por isso, tente resolver suas diferenças sem levar o assunto ao chefe. Procure entender como o problema surgiu. Você não precisa ser o melhor amigo do seu colega de trabalho, mas é necessário ter o mínimo de respeito para conseguir o seu trabalho naturalmente. Somente em casos extremos, que interfira nos resultados da empresa, chame o seu gestor para uma conversa franca, mas deixe claro as suas tentativas de resolver o problema.

Sempre que necessário pedir auxílio ao seu supervisor procure a melhor hora. Interromper reuniões ou telefonemas é inconveniente, a não ser que o problema seja muito grave e realmente não possa esperar. Use o seu bom senso para saber os casos que precisam de autorização para ser resolvidos. E não demore muito para definir se vai pedir auxílio ou não. Lembre-se que tempo é dinheiro.

Leia Também:  Droga Raia Abre Vagas de Emprego

Top