PicPay: reduzido para R$ 500 por mês pagamentos sem taxas no cartão de crédito

Felipo Bellini 08/12/2021 Notícias

O aplicativo de pagamentos no formato online, PicPay, decidiu que vai reduzir para o valor de R $500 reais os pagamentos através do cartão de crédito com taxa zero. Deste modo, o PicPay sem taxas no cartão passa a ter a redução de R $100 reais no valor limite a partir da última segunda-feira (6).

Como funcionam as cobranças de taxa da PicPay?

Com a mudança nas regras, o PicPay passa a cobrar 3,59%, anteriormente era cobrada apenas 1,99% para pagamentos via cartão de crédito. Em nota, ela anunciou que com a franquia mensal, não haverá cobranças de taxas no valor de até R $500 ao mês. Este preço já teve seu início na última segunda-feira. 

Quando passado dos R$500, a tarifa de 3,49% será aplicada ao cliente juntamente com o valor que está pagando. Para usuários do plano PRO, o pagamento sem taxas será aplicado. A quantia total do limite teve a retirada de R $100 para os utilizadores de cartões de crédito

PicPay reduzido para R$ 500 por mês pagamentos sem taxas no cartão de crédito (2)

Fonte/Reprodução: original

O PicPay foi criado e desenvolvido no Brasil, sua proposta inicial foi de criar uma ferramenta onde não houvesse burocracia para realização de transferências de quantias em dinheiro entre seus clientes e usuários. O PicPay também foi criado pensando em pagamentos para lojas online e serviços virtuais. 

Esse aplicativo, que iniciou seus trabalhos como uma startup, é uma espécie de carteira eletrônica capaz de enviar valores para contatos, além de realizar pagamentos para alguns estabelecimentos no formato à vista ou compra parcelada.

O que foi a redução do PicPay para R$500 por mês para pagamentos sem taxas?

Desde o início da fintech, no ano de 2012, ela realiza seus pagamentos sem taxas, porém apenas até o valor limite de R $800 ao mês. Com as mudanças, agora o valor foi reduzido para R $500 em compras de contas pessoais, sem taxas. 

Em sua versão PRO, os comerciantes tinham a aplicação de 1,99% de taxas, agora é cobrado 3,45% já incluído no valor total das compras.  

As contas PRO são voltadas para profissionais que trabalham no formato independente em diversos segmentos. Para esses usuários, os pagamentos são ilimitados. A fintech divulgou que há mais de 50 milhões de usuários em todo território brasileiro.

Outros artigos

Móveis antigos para decorar a sala

22/08/2010

Móveis antigos para decorar a sala

A decoração de ambientes está cada vez mais em evidencia nos lares brasileiros, isso acontece porque as pessoas procuram criar ambientes diferenciados, mostrando um ...

Curso de Informática Gratuito no RJ

16/03/2010

Curso de Informática Gratuito no RJ

Para você que mora no Rio de Janeiro, não perca a oportunidade de realizar cursos gratuitos de informática para que você possa conseguir uma boa colocação no mer...