Perigos e cuidados em banhos de rio

A morte por afogamento do ator Domingos Montagner, ocorrida no último dia 15 de setembro, chamou a atenção para os diversos perigos dos banhos de rio, mostrando que é preciso ter muitos cuidados ao se refrescar nas águas.

Perigos e cuidados em banhos de rio (Foto Ilustrativa)

Perigos e cuidados em banhos de rio (Foto Ilustrativa)

Uma das principais formas de lazer de milhões de brasileiros, o banho de rio traz muito prazer e alívio para os dias de calor, mas também esconde vários perigos, para pessoas de todas as faixas etárias.

Além do afogamento, que é uma das maiores causas de mortes no mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, os acidentes em banhos de rio também podem deixar uma pessoa paraplégica, por exemplo, ao se chocar com as pedras no meio da água.

Perigos e cuidados em banhos de rio

O ator Domingos Montagner morreu após mergulhar no Rio São Francisco (Foto: Reprodução Globo)

O ator Domingos Montagner morreu após mergulhar no Rio São Francisco (Foto: Reprodução Globo)

A correnteza dos rios é uma das responsáveis pelos perigos ao banhar-se nessas águas. Muitas vezes ela é imperceptível para quem está na margem, e a pessoa só se dá conta que a correnteza é forte quando já mergulhou. Quando isso acontece, há a possibilidade de que ela seja arrastada para longe ou se afogue.

Entre os perigos de mergulhar nos rios também estão as pedras. Nos lugares onde há grandes quantidades delas, normalmente a correnteza é muito mais forte, pois a água precisa de mais velocidade para ultrapassá-las. E como nem sempre dá para enxergar as pedras no fundo do rio, a possibilidade de se chocar com elas ao saltar na água é grande.

É fundamental ter muita cautela ao mergulhar nos rios (Foto Ilustrativa)

É fundamental ter muita cautela ao mergulhar nos rios (Foto Ilustrativa)

Também é preciso ficar atento aos redemoinhos que se formam nos rios. Eles podem jogar pessoas e objetos da superfície para o fundo e de lá para cima novamente, aumentando significativamente os riscos de afogamento.

Vale destacar ainda os perigos causados pelas redes de pesca, nas quais o banhista pode se enroscar, e o aumento do volume de água causado pelas trombas d’água, o que contribuiu para impulsionar a velocidade da correnteza.

Dicas para evitar acidentes em água

O Rio São Francisco atrai muitos banhistas em vários estados (Foto Ilustrativa)

O Rio São Francisco atrai muitos banhistas em vários estados (Foto Ilustrativa)

Para evitar acidentes na água, é fundamental ter alguns cuidados em banhos de rio:

  • Não sabe nadar? Então, é melhor se divertir fora da água.
  • Sempre respeite a sinalização nas praias de rio.
  • Dê preferência aos locais onde há salva-vidas.
  • Ao entrar na água, fique em um lugar onde ela bata até a cintura, no máximo.
  • Não se afaste da margem.
  • Evite entrar na água após refeições, lanches e consumo de bebida alcoólica.
  • Nunca deixe crianças sozinhas na água, mesmo em lugares rasos.
  • Evite atravessar rios a nado.
  • Evite banhos em períodos de enchente, em zonas de correnteza e regiões pesqueiras.
  • Antes de entrar na água, informe-se sobre a profundidade do local e a correnteza.
  • Evite pular na água, principalmente se você não conhece o local.
  • Em caso de acidentes, jogue material flutuante para a vítima, como prancha, boia, pedaço de isopor ou mesmo garrafas plásticas. Isso ajuda a pessoa a se manter na superfície até ser resgatada. Caso não haja salva-vidas, chame os Bombeiros.

Leia mais sobre esse e outros assuntos navegando pelo Mundo das Tribos.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply