Os 7 principais erros cometidos na decoração

Erros de decoração são cometidos todos os dias em lugares como banheiro, sala, quarto, cozinha, hall de entrada, varanda, entre outros ambientes. As pessoas…

Erros de decoração são cometidos todos os dias em lugares como banheiro, sala, quarto, cozinha, hall de entrada, varanda, entre outros ambientes. As pessoas sentem dificuldades para  fazer as combinações dos elementos decorativos ou interpretar as tendências que estão em alta.

Nem todas as ideias de decoração são boas ou compatíveis com o orçamento. É necessário trabalhar com bom gosto e criatividade para conseguir evitar os principais pecados decorativos. O visual da casa precisa ser montado por alguém que tenha sensibilidade para harmonizar as cores, formatos, materiais e ainda escolher o estilo mais apropriado para cada ambiente.

Quem não possui condições financeiras para contratar um designer de interiores, pode aproveitar as sugestões da internet ou revistas especializadas em decoração. Veja a seguir os sete principais erros cometidos na hora de decorar:

1. Cores: a combinação de cores berrantes está em alta, mas antes de trabalhar com elas é necessário descobrir o que cada ambiente necessita de verdade. Numa área de relaxamento, por exemplo, é mais viável trabalhar com um visual clean e suave para não parecer cansativo. Já em cômodos com mais personalidade e descontração, recomenda-se usar tons intensos, sem perder o bom senso do contraste.

2. Espaço: ambientes pequenos não podem ser decorados com muitas peças mobiliárias ou objetos, isso acaba dificultando a circulação dos moradores. Alguns truques costumam ser usados para otimizar os cômodos com pouco espaço, como o trabalho com cores claras e os espelhos distribuídos nas paredes, concedendo assim a sensação de amplitude. Lembre-se de que os objetos e paredes chamativas deixam o espaço ainda mais estreito.

3. Móveis: escolha os móveis de acordo com as necessidades de cada ambiente, sempre pensando no equilíbrio entre traços e cores. Em espaços pequenos, vale à pena apostar numa mobília multifuncional. Outra opção bem interessante é o uso de móveis planejados para transformar os ambientes, deixando-os mais organizados e modernos.

Leia Também:  Maquiagem Infantil para Festa Junina

4. Acessórios: evite os objetos que não possuem uma utilidade na hora de decorar, afinal, eles vão apenas ocupar espaço na decoração e atrapalhar a circulação de pessoas. Eleja um acessório que assuma ao mesmo tempo caráter estético e funcional, como é o caso das peças transparentes que criam sensação de amplitude, ou das cortinas que regulam a entrada de luz.

5. Revestimento: pense sempre na harmonia do local ao escolher os modelos de pisos e azulejos. No caso do chão, prefira peças em tamanhos maiores que são responsáveis por criar uma sensação de conforto. No que diz respeito a revestimento vertical, evite cerâmica estampada e busque a solução nas novidades que estão surgindo no mercado de decoração, como é o caso dos adesivos.

6. Iluminação: a luz de cada ambiente precisa ser agradável, tanto no que diz respeito ao uso de luminárias como também ao aproveitamento da iluminação natural. Aproveite a funcionalidade das cortinas e evite lustres pendentes em espaços muito pequenos.

7. Orçamento: faça um planejamento dos gastos e reconheça os limites financeiros antes de iniciar a decoração. Não adianta apostar num elegante projeto com móveis planejados se não há dinheiro para investir.

Top