Músicas que foram inspiradas em mortes

As músicas são criações humanas que demonstram o amor, o carinho, a dor, o sofrimento e a revolta. Entretanto, nem sempre percebemos o seu…

As músicas são criações humanas que demonstram o amor, o carinho, a dor, o sofrimento e a revolta. Entretanto, nem sempre percebemos o seu real significado e acabamos atribuindo-lhes valores insólitos. Portanto, conheça aqui algumas músicas que foram inspiradas em mortes.

A linda música Flor de Lis, de Djavan, não é uma música de amor qualquer. Ela foi dedicada à sua finada esposa, Maria, que morrera na hora do parto de sua filha, que se chamaria Margarida. O médico pediu para que o músico escolhesse quem ele salvaria durante a complicação e ele escolheu as duas. Entretanto, o destino foi cruel e levou as duas para sempre. Por isso, um de seus versos diz: “Do pé que brotou Maria, nem Margarida nasceu.”

Djavan compôs Flor de Lis para sua esposa e filha, mortas no parto. (Foto: Divulgação)

O cantor inglês Eric Clapton também sofreu uma perda irreparável: seu filho, Conor, de apenas 4 anos, caíra da janela do 53º andar em 1991. Em sua homenagem, o artista escreveu a singela canção Tears in Heaven (Lágrimas no Paraíso), que diz: “Would you know my name if I saw you in Heaven?” (Você saberia o meu nome se eu te visse no Paraíso?).

Tears in Heaven, de Eric Clapton, foi composta em homenagem ao seu filho Conor, morto aos 4 anos. (Foto: Divulgação)

Outra música que ficou muito famosa foi Candle in the Wind, com melodia do cantor inglês Elton John e letra do poeta Bernie Taupin, que a escreveu em homenagem à atriz e símbolo sexual Marilyn Monroe, morta em 1962 de overdose de remédios. A música, escrita em 1973, foi relançada para o tributo à morte da Princesa Diana, morta em um acidente de carro em 1997. “And it seems to me you lived your life like a candle in the Wind.” (Parece-me que você viveu a sua vida como se fosse uma vela ao vento).

Continuar Lendo  Rihanna divulga músicas do seu novo álbum

Se você é fã do cantor, leia Fotos do Show de Elton John em São Paulo.

Candle in the Wind, cantada por Elton John, foi composta para Marilyn Monroe. (Foto: Divulgação)

Para muitas pessoas, a balada da banda irlandesa U2, Stuck in a Moment (You can’t get out of), não passa de uma música romântica. No entanto, de acordo com o seu vocalista, Bono Vox, ela foi escrita em homenagem ao vocalista da banda INXS, Michael Hutchence, morto em 1997, por motivos ainda misteriosos. Segundo Bono, ela foi inspirada em uma conversa fictícia que ele teria tido com o cantor sobre suicídio. Por isso, a letra diz: “I never thought you were a fool. But darling, look at you. You gotta stand up straight, carry your own weight.” (Eu nunca achei que você fosse um bobo. Mas querido, olhe para você. Você tem que se levantar, carregar o seu próprio peso).

Se você é fã da banda, leia: Bono Anuncia o Fim da Banda U2 para 2012.

Bono Vox compôs Stuck in a Moment para o vocalista Michael Hutchence, do INXS. (Foto: Divulgação)

Essas são apenas algumas músicas que foram inspiradas em mortes. Os artistas têm o dom de transformarem qualquer sentimento em arte, mesmo a dor profunda da perda de alguém querido. Sendo assim, a partir de agora, ouça essas músicas com outros ouvidos e sinta o que elas realmente querem passar.

Top