Ministério da Justiça exige recall de xampus da Avon

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça) determinou a suspensão da venda de mais de 500 xampus da linha Avon Care…

A Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça) determinou a suspensão da venda de mais de 500 xampus da linha Avon Care Hidratante (embalagem de 1 litro). O recall será realizado após a alegação de que os produtos oferecem risco à saúde e a segurança dos consumidores.

Mais de 500 xampus da linha Avon Care Hidratante passam por recall. (Foto:Divulgação)

Produtos Avon são recolhidos do mercado

Os xampus, fabricados no dia 13 de novembro e com validade até 2015, começaram a ser recolhidos no último sábado. De acordo com a nota publicada pelo Ministério da Justiça, “os produtos agravam qualquer eventual quadro infeccioso aos consumidores com sistema imunológico debilitado”.

A Avon afirmou que alguns xampus da linha ‘Avon Care’ foram contaminados. Para ser mais exato, os produtos que oferecem riscos à saúde são 558 unidades que pertencem ao lote LP 3182.

Após as análises realizadas nos xampus Avon Care, constatou-se que os produtos foram infectados pela bactéria Pseudomonas aeruginosa. Este micro-organismo, em contato com a pele,  olhos,  feridas e inflamações pode resultar em sérios problemas de saúde, principalmente se o sistema imunológico já for frágil.

Saiba mais: Site da Avon www.avon.com.br

Xampus Avon Care Hidratante do lote LP 3182 não devem ser usados porque podem causar infecção. (Foto:Divulgação)

A Avon está realizando o recall dos xampus que pertencem ao lote LP 3182 e está fazendo de tudo para preservar a sua imagem. Por meio de nota, a fabricante de cosméticos informou que está recolhendo voluntariamente os produtos contaminados e, até o momento, já conseguiu obter 300 unidades do xampu.

O que o consumidor que adquiriu o xampu Avon deve fazer?

O consumidor que comprou um xampu da linha Avon Care Hidratante recentemente deve verificar o número do lote e a data de fabricação. Se o produto estiver entre os contaminados, é necessário se respaldar no Código de Defesa do Consumidor e pedir a troca imediata. A substituição do produto não deve exigir qualquer tipo de taxa do consumidor lesado.

Devido a contaminação por bactérias, xampus da Avon estão sendo recolhidos. (Foto:Divulgação)

A Avon está disposta a receber as reclamações dos consumidores e pedidos de troca, mas até o momento a central de atendimento da empresa não registrou nenhuma queixa de consumidor a respeito do caso. No entanto, quem comprou um xampu contaminado deve primeiramente falar com a Avon pelo telefone 0800-708-28-66 ou site (www.avon.com.br). Se a situação não for resolvida, aí sim, o Procon deve ser acionado.

Se houver dificuldades no processo de devolução ou troca, o consumidor deve procurar imediatamente o Procon (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) para exigir os seus direitos. Outras informações também estão dispostas no site do Ministério da Justiça.

Veja também: Recall Baterias de Notebooks HP e Compaq no Brasil

Top