Mestrado em Pedagogia grátis – onde cursar

Aperfeiçoar o conhecimento é algo que tem custos que nem sempre estão dentro do orçamento dos profissionais, pensando nessa situação a Secretaria da Educação…

Por Élida Santos em 26/01/2012

A bolsa de estudos oferecida pelo Governo do Estado de SP benificia servidores (Foto: Divulgação)

Aperfeiçoar o conhecimento é algo que tem custos que nem sempre estão dentro do orçamento dos profissionais, pensando nessa situação a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo está com período de inscrições abertas para professores, supervisores e diretores da rede estadual de ensino que tenham interesse em concorrer a bolsas de estudo para bolsas de pós-graduação stricto sensu.

O Governo do Estado de SP já beneficiou 3,4 mil profissionais com o projeto (Foto: Divulgação)

O programa oferece R$ 1.300 para quem pretende fazer mestrado e R$ 1.600 para as pessoas que forem frequentar aulas de doutorado. O cadastramento deve ser realizado por meio do site http://bolsamestrado.edunet.sp.gov.br, até o dia 29 de fevereiro.  A iniciativa tem como objetivo melhorar a qualificação profissional na área pedagógica. Podem se inscrever no projeto educadores com no mínimo três anos de atuação no cargo, que são efetivos, e que se enquadram nos demais requisitos descritos no site da Bolsa Mestrado/Doutorado.

As pessoas que já estiverem frequentando aulas de pós-graduação, e que cumpram os critérios da Secretária da Educação de São Paulo, também poderão concorrer ao benefício, porém nesse caso receberão bolsa proporcional ao tempo que resta para o término do curso. O programa auxilia os servidores com bolsas de 30 (mestrado) ou 54 (doutorado) meses, no máximo, em instituições de ensino que estejam dentro das determinações do programa, que podem ser escolhidas pelo servidor.

Conheça o projeto

As bolsas são para a área da educação (Foto: Divulgação)

O programa de bolsas faz parte da Formação Continuada de educadores, administrados pela Secretaria da Educação, com o objetivo de promover aos educadores a continuidade de estudos em cursos de mestrado e doutorado. O projeto existe desde 2004 e já ajudou 3,4 mil trabalhadores.

Para conquistar o benefício o profissional da educação deve firmar um compromisso de permanecer no magistério público estadual depois da conclusão do curso durante a quantidade de tempo proporcional ao beneficio recebido. Por exemplo, se a bolsa o contemplou por 30 meses o profissional deve ficar permanecer essa mesma quantidade de tempo, no mínimo, trabalhando na educação pública do Estado de São Paulo.

Os benefícios são concedidas para que os docentes possam fazer o mestrado ou doutorado em cursos reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, em áreas que estejam ligadas ao seu cargo, como por exemplo a pedagogia, entre outros cursos de educação. Para mais informações acesse o link http://bolsamestrado.edunet.sp.gov.br.

Top