Mentiras no curriculo: por que evitar?

Às vezes, na ânsia de conseguir um novo emprego, muitos candidatos acabam cometendo alguns exageros na hora de elaborar o currículo. Entretanto, os especialistas…

Às vezes, na ânsia de conseguir um novo emprego, muitos candidatos acabam cometendo alguns exageros na hora de elaborar o currículo. Entretanto, os especialistas alertam que esse tipo de prática pode trazer sérias consequências para a carreira do mentiroso, fazendo, inclusive, com que ele tenha problemas na justiça.

Mentir na hora de elaborar o currículo pode comprometer a sua carreira e até gerar problemas judiciais. (Foto: Divulgação).

Geralmente, as pessoas que “floreiam” na composição do currículo costumam mentir sobre suas habilidades e competências, nível de escolaridade e de proficiência em inglês. Mentiras sobre este último item aparecem com mais freqüência, explicam os diretores de RH, sobretudo entre profissionais acima de 40 anos.

Leia também: Pessoas que mentem menos têm saúde melhor, diz estudo.

Em virtude da expansão do processo de globalização na última década, o inglês se tornou indispensável dentro da cultura corporativo. Logo, os candidatos mais velhos que não têm um conhecimento da língua muito afinado acabam enganando os gestores sobre este dado.

De acordo com os especialistas, quatro em cada dez currículos possuem informações supervalorizadas. (Foto: Divulgação).

Os dados sobre a prática de inserir informações inverídicas no currículo surpreendem. De acordo com Cintia Bortotto, consultora e especialista em RH da FGV (Fundação Getúlio Vargas), em cada dez currículos, quatro possuem informações supervalorizadas e dois apresentam dados falsos.

Veja, logo abaixo, porque evitar mentiras no currículo e como elaborar um documento que valorize suas competências de maneira correta e honesta.

Por que evitar mentiras no currículo

Como já foi dito, incluir informações falsas em seu currículo pode comprometer o futuro de sua carreira e ainda gerar problemas judiciais. Muitas empresas procuram checar a veracidade dos dados contidos no documento, inclusive sobre experiência anteriores, o que torna essa prática extremamente arriscada.

Geralmente, os candidatos flagrados cometendo algum tipo de fraude são banidos do processo seletivo. E os profissionais que conseguem passar despercebidos na seleção, mas são descobertos depois de contratados, podem perder o emprego.

Confira algumas das mentiras que podem comprometer a carreira.

Mentiras que tenham impacto no exercício profissional e que possam colocar a companhia em risco são consideradas as mais graves. (Foto: Divulgação).

De acordo com os especialistas, mentiras que tenham impacto no exercício profissional e possam colocar a companhia em risco são consideradas as mais graves. É como contratar um médico ou engenheiro e depois descobrir que ele não concluiu a graduação.

Saiba que é possível valorizar o seu currículo e impressionar quem está contratando sem mentir. Usando uma linguagem mais sofisticada, você pode estimar seus resultados no último emprego, destacando sua importância para o crescimento da empresa. Basta ter jogo de cintura que você, certamente, pode conquistar o que deseja.

Top