Livros Mais Comentados na Bienal 2011

A 15ª edição da Bienal do Livro, no Rio, bateu recorde de público e faturamento. Foram mais de 670 mil visitantes, 2.815.000 livros vendidos…

Por Editorial MDT em 16/09/2011

A 15ª edição da Bienal do Livro, no Rio, bateu recorde de público e faturamento. Foram mais de 670 mil visitantes, 2.815.000 livros vendidos e R$58 milhões de faturamento. A grande participação do público na Bienal se deve ao aumento no interesse da população por livros, e na possibilidade de conhecer os autores renomados que compareceram ao evento.

Ao todo foram convidados 113 autores brasileiros e 21 estrangeiros. Um dos escritores mais esperados na Bienal foi o canadense William P.Young, autor do livro “A Cabana” que vendeu mais de 3 milhões de cópias só no País, além das 10 milhões vendidas nos EUA.

A cantora americana Hilary Duff também atraiu uma multidão de fãs no lançamento de seu primeiro romance na Bienal. “Elixir” acaba de ser lançado no Brasil e só pelo barulho que fez, promete ser um sucesso de vendas.

O autor estreante Laurentino Gomes que colocou dois livros na lista dos mais vendidos “1808” e “1822”, que retratam momentos da história do Brasil. Maurício de Souza, com a versão teen da “Turma da Mônica”. Anne Rice de “Entrevista com o Vampiro, Ziraldo de o Menino Maluquinho e  “Uma professora muito maluquinha”, Alyson Noel da prestigiada série “Os Imortais”, Michael Connelly de “Nove Dragões”, Thalita Rebouças com “Era uma Vez minha Primeira Vez”, entre outros.

Algumas das obras mais comentadas na Bienal eram as de Nicholas Sparks, o autor dos best-sellers românicos, “Diário de Uma Paixão”, “A Última música”, “Um Amor Para Recordar” e Querido John não compareceu ao evento, mas o fãs se encarregaram de divulgar os livros para o autor.

Top