Limite de uso para imóveis pode ser criado como forma de garantia em operações de crédito

Felipo Bellini 03/12/2021 Notícias

O limite de uso para imóveis será criado como uma garantia para as operações de créditos feitas nas instituições bancárias por clientes, e visa possuir algum bem de alto valor. Como isto ocorre? Seria como uma entrada no financiamento solicitado para haver chances de o cliente pagar pelo solicitado.

O que é esse limite de uso para imóveis?

O limite de uso para imóveis é simplesmente uma garantia que o comprador dará, de acordo com o valor de sua casa ou apartamento, por exemplo, para poder pagar os valores solicitados nas operações de crédito no qual terá uma diminuição neste setor

Como ele pode servir para garantir operações de crédito?

Caso um imóvel tenha sido dado como a garantia para uma segunda operação em crédito, os valores não poderão ser superiores ao valor do imóvel como seria o caso de uma casa de R$ 100 mil, no qual haverá a possibilidade de fechar diversas operações de crédito até bater este valor. Se houver alguma inadimplência, a Instituição Gestora de Garantia (IGG) poderá antecipar a garantia de pagamento para todas as operações de crédito realizadas.

Limite de uso para imóveis pode ser criado como forma de garantia em operações de crédito (2)

Fonte/Reprodução: original

Existirão diversas IGGs nas instituições financeiras, que vão desde empréstimos, garantias imobiliárias, e outras voltadas às pessoas que possuem baixa renda.

Open Garantias

O governo deseja criar o open warrants, que seria especificamente um mercado de garantias, em que os clientes fugiriam de pagar um percentual de 4,5% a 5% de juros ao mês com empréstimos sem garantia, para ofertar algum bem de valor alto, como é o caso de imóveis ou um celular. 

Os bancos poderão verificar através do Open Banking certas informações, como o caso de algum bem já oferecido pelo cliente como garantia para operações de crédito. 

O que é Open Banking?

É simplesmente uma ferramenta que incentiva a qualidade de ofertas de produtos e outros serviços financeiros aos clientes de bancos, estes que poderão permitir o compartilhamento de dados ou não. As instituições financeiras têm como principal responsabilidade a de proteger e manter em sigilo todas as informações compartilhadas pelos clientes ao Open Banking. 

Outros artigos

SENAC 2011 – Curso de raciocínio lógico

09/09/2011

SENAC 2011 – Curso de raciocínio lógico

O SENAC está oferecendo em algumas unidades de São Paulo, mais um curso totalmente diferenciado e interessante o curso de raciocínio lógico. Este estudo visa pre...