Ingestão moderada de álcool aumenta sobrevida de homens que tiveram ataque cardíaco

Élida Santos 04/04/2012 Bem Estar

O tipo de bebida não interfere no resultado (Foto: Divulgação)

Segundo uma pesquisa publicada recentemente no periódico European Heart Journal, homens que sobreviveram a um ataque cardíaco e fazem o consumo de bebidas alcoólicas moderadamente, podem diminuir os riscos de morte. Esse levantamento faz parte do Health Professionals Follow-up Study, uma série de estudos sobre a saúde masculina realizados na Faculdade de Saúde Pública de Harvard.

Outras pesquisas chegaram a relacionar a ingestão moderada de bebida alcoólica com a diminuição de doenças do coração e de mortes por esse motivo, porém, não ficou claro se o hábito poderia beneficiar as pessoas que já tiveram problemas cardíacos. Segundo a coordenadora do levantamento, a professora Jennifer Pai, as conclusões dessa pesquisa mostram que o consumo moderado de álcool, a longo prazo entre homens, não só os protege de ter um ataque cardíaco, mas também aumenta a sobrevida daqueles que sobreviveram a um problema do gênero.

51.529 homens participaram do estudo da Faculdade de Saúde Pública de Harvard, sendo que a equipe desse trabalho selecionou e acompanhou as 1.818 pessoas que sobreviveram ao primeiro ataque cardíaco entre 1986 e 2006. A cada quatro anos, os indivíduos foram questionados sobre a ingestão de álcool, alimentos que faziam parte do seu cardápio diário e outros fatores de estilo de vida, como por exemplo, se fumavam, ou qual era o peso de cada um. Nesse período de 20 anos da pesquisa, foram registradas 468 mortes.

O equilíbrio na ingestão de bebidas alcóolicas ajuda na manutenção da saúde (Foto: Divulgação)

O público masculino que fez parte do estudo foi dividido em quatro grupos, de acordo com a quantidade de bebida alcoólica que consumiam diariamente: abstêmios; até 10 gramas de álcool (ou cerca de uma taça de vinho); de 10 a 30 gramas de álcool (cerca de até três taças de vinho, até duas latas e meia de cerveja ou até duas doses de destilados); e mais de 30 gramas de álcool. Os consumidores moderados são os que ingerem entre 10 e 30 gramas.

Beber de modo controlado, de acordo com a pesquisa, é melhor para a saúde do que não beber ou do que ingerir álcool abusivamente. Se comparados aos abstêmios, o risco de morte dos consumidores moderados em decorrência de problemas cardiovasculares foi 42% menor, além de terem 14% menos chances de morrer por qualquer outro motivo.  Segundo o estudo, o tipo ingerido de bebida não alterou os resultados, somente as quantidades diárias.

Outros artigos

Carnaval 2013 na Bahia

11/01/2013

Carnaval 2013 na Bahia

O Carnaval da Bahia é conhecido como um dos mais belos e animados de todo o Brasil e por isso é muito procurado por turistas de todas as partes do mundo, principalme...

Vestido de noiva para grávidas: fotos

18/07/2012

Vestido de noiva para grávidas: fotos

[caption id="attachment_487777" align="alignnone" width="400" caption="Vestido de noiva com alça nos ombros ou no pescoço (Foto: divulgação)"][/caption] Hoje em d...

Parábola, Não espere acontecer

24/09/2007

Parábola, Não espere acontecer

Você já deixou de fazer uma coisa hoje, esperando que o dia de amanhã melhore? Ou ainda aquele regime que tanto quer fazer e sempre deixa para segunda-feira que pa...