Google passa a cobrar serviços

Depois de investir durante anos na gratuidade de suas ações na internet, o Google resolveu cobrar por alguns dos seus serviços. Segunda a companhia,…

Por Isabella Moretti em 10/12/2012

Depois de investir durante anos na gratuidade de suas ações na internet, o Google resolveu cobrar por alguns dos seus serviços. Segunda a companhia, esta novidade começou a valer desde a última quinta-feira (6), quando as informações foram publicadas no blog oficial.

Google quer aumentar a sua renda com serviços pagos. (Foto:Divulgação)

Clientes corporativos terão que pagar para o Google

O Google informou em nota que está aderindo o Google Apps, um sistema no qual os usuários terão que pagar US$ 50 ao ano para utilizar as versões premium do Google Docs e Gmail.

Ao deixar de ser um espaço totalmente gratuito para as pequenas empresas, o Google pretende aumentar a sua receita e não se limitar apenas aos ganhos com publicidade. A mudança na forma de prestar serviços deve impactar principalmente os clientes corporativos.

Saiba mais: Google Docs: recursos, dicas

Quem precisará pagar pelos serviços do Google?

Não são todos os usuários do Google que precisarão pagar pelos serviços. De acordo com as informações fornecidas pelo gigante da internet, apenas as empresas com 10 ou mais funcionários terão que pagar 50 dólares por usuário, a cada ano. Esta mesma taxa também é cobrada das empresas grandes, que utilizam os serviços pagos do Google.

Clientes corporativos com mais de 10 colaboradores precisam pagar para utilizar Google Apps. (Foto:Divulgação)

Quem pagar para utilizar o ‘Google Apps’ terá acesso a serviços mais consistentes e com funcionalidades mais completas. O software inclui ferramentas de e-mail, processamento de texto e ferramentas de planilha e apresentação.

O Google ainda garantiu que os clientes individuais podem continuar usando a conta de email e o Google Docs sem pagar nada. As pequenas empresas que também utilizam os serviços sem pagar não serão afetadas com a mudança, ou seja, não sofrerão cobranças futuras. A nova regra só vale mesmo para os clientes corporativos que se vincularem ao Google, a partir de 06 de dezembro.

Google garante que versão premium tem muito mais atrativos

Quem permanecer com a conta gratuita não terá acesso a uma série de vantagens oferecidas pelo Google ‘pago’. Os serviços da versão premium são mais completos, contam com mais espaço de armazenamento e mais qualidade para realizar as tarefas, principalmente as corporativas.

Empresas terão que pagar US$ 50 ao ano para utilizar as versões premium do Google Docs e Gmail. (Foto:Divulgação)

Mais de 5 milhões de negócios usam aplicativos do Google, segundo informações da própria companhia. A proposta de cobrar pelos serviços prestados aos clientes corporativos surgiu há pouco tempo, mas promete ter um forte impacto no faturamento da companhia. Até 2011, os serviços eram oferecidos gratuitamente para empresas com no máximo 50 funcionários.

Há pouco tempo atrás, o Google resolveu ampliar a sua capacidade de armazenamento para 10 GB, graças à integração com o Google Drive. Esta novidade permite que o usuário envie arquivos pesados em anexo, como vídeos e fotos de alta resolução. Entretanto, o serviço gratuito só vale para a capacidade de até 5 GB.

Veja também: Gmail permite envio de arquivos com até 10 Gbytes

Top