Ex-ditador Kadhafi foi capturado por forças líbias

Nesta quinta-feira (20) segundo fontes militares, o ex-ditador da Líbia Muammar Kadhafi foi capturado próximo a cidade natal Sirte e está grave ferimentos nas…

Nesta quinta-feira (20) segundo fontes militares, o ex-ditador da Líbia Muammar Kadhafi foi capturado próximo a cidade natal Sirte e está grave ferimentos nas duas pernas. Também há boatos que ditador pode estar morto.

Chefe militar Adbel Majid,foi quem primeiramente confirmou a prisão do coronel.”Ele foi capturado. Ele está ferido em ambas as pernas… Ele foi levado de ambulância”, afirma o militar à agência Reuters, por telefone.

Mohamed Leith, outro dirigente confirma a France Presse que chegou a ver o ex-ditador “com os próprios olhos” e que este está “gravemente ferido”, mas “ainda respira”.

Kadhafi teria sido capturado por um comboio, o qual sofria tentados aéreos da Otan, enquanto tentava escapar próximo a cidade de Sirte. Nesta quinta-feira a cidade havia sido tomada absolutamente pelos rebeldes.

De acordo com a declaração de um rebelde líbio, Kadhafi estava abrigado em um buraco, e ao ser descoberto teria gritado “Não atire! Não atire!”.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) divulgou que está investigando os relatórios sobre a captura do ex-ditador e que ainda não confirma a prisão. E mais, disse que levaria algum tempo para conferir as informações.

Mesmo com a suspeita, a população já comemora a notícia nas principais cidades libias.

O Conflito

Kadhafi estava desaparecido desde o final de agosto, quando foi arruinado pela tomada de Trípoli, tentando lutar contra às tropas do CNT (Conselho Nacional de Transição) órgão que tenta reorganizar o pais na mudança para a democracia.

Kadhafi é caçado Tribunal Penal da Onu por delitos contra a humanidade, atentados durante a repressão aos rebeldes. No entanto, o CNT já havia divulgado que pretendia levar o ex-ditador e seus companheiros a ajuizamento no próprio país.

Tudo começou em fevereiro na cidade Benghazi, quando a rebelião contra o coronel colocou a Líbia em uma intensa guerra civil e em conflito humanitário.

Top