Eleições 2014

Dilma Russeff mal começou a trabalhar no seu governo e as especulações sobre as eleições 2014 já tiveram início. A presidente ainda está colocando…

Por Isabella Moretti em 13/07/2011

Dilma Russeff mal começou a trabalhar no seu governo e as especulações sobre as eleições 2014 já tiveram início. A presidente ainda está colocando em prática os seus novos projetos, fazendo mudanças e apresentando idéias no início do seu mandato, mas as perspectivas da política brasileira para daqui alguns anos já começam a ser apontadas.

Os partidos políticos ainda precisam definir quais serão os candidatos a presidência do Brasil e também ao governo de cada estado. Por hora, as informações ainda são muito vagas e sugestivas porque tudo será definido entre o final de 2013 e início de 2014. Segundo declarações, alguns políticos retomam a posição na disputa eleitoral e outros saem de cena.

Foi notável o crescimento de alguns candidatos nas eleições de 2010, como o caso de Marina Silva que representou o PV. Ela chegou modesta na disputa ao cargo de presidente, mas conseguiu superar as expectativas de todos com suas propostas e número de votos. Apesar da candidata não ter chegado ao seu objetivo, tornou-se conhecida e bastante querida entre os brasileiros.

Nas eleições passadas a briga nas urnas ficou por conta de Dilma Russeff (PT) e José Serra (PSDB). Depois das apurações, a petista conseguiu ser eleita a primeira presidente mulher da história do Brasil. É claro que essa titulação só ocorreu por causa do apoio de Lula, que durante oito anos governou o Brasil e não pode se recandidatar pelo PT.

Em entrevista concedida o ano passado, Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que poderá disputar as eleições 2014 pelo PT, mas essa ainda não é uma decisão definitiva. O ex-presidente estará com 69 anos de idade, mas devido a sua popularidade entre os brasileiros tem boas chances de ocupar a presidência por mais quatro anos.

A volta de Lula como um dos candidatos as eleições 2014 é uma possibilidade que agrada a população brasileira, já que o governo do petista teve um grande índice de aprovação. Dilma já demonstra em seus primeiros passos que segue a linha do Governo de Lula, mas também que deixar a sua própria marca no poder executivo.

Aos políticos que desejam ganhar visibilidade durante os próximos quatro anos, a melhor forma é investir numa campanha e se preocupar com a montagem de boas propostas de governo. Para 2014, dois nomes são muito bem cotados na disputa eleitoral: Aécio Neves e Marina Silva. As chances desses candidatos são maiores porque já possuem uma carreira política e representam uma liderança mais jovem e inovadora para o Brasil.

Marina Silva, com 52 anos, é um nome muito forte para a disputa eleitoral de 2014. Em seu primeiro turno ela obteve quase 20 milhões de votos e impressionou com os seus números nas urnas.  Foi à maior surpresa da disputa presidencial em 2010 e se revela pronta para uma nova campanha para os próximos anos. Depois que saiu do Partido Verde, Marina pode encontrar dificuldades para manter suas forças políticas e conseguir aliados. Segundo o cientista político UnB João Paulo Peixoto, a carreira política de Marina Silva está comprometida com essa atitude de deixar o PV.

Ainda vai demorar um tempo para o início da corrida pelas eleições 2014, por isso é difícil traçar um panorama de como o país vai se comportar nas urnas ou quais os candidatos cotados para conseguir a maior quantidade de votos. Quais serão os grandes nomes da disputa eleitoral? Qual o destino político de Marina Silva? Será que Lula volta ao poder já com uma idade avançada? Ou será Dilma Russeff reeleita? Essas questões ainda não podem ser respondidas e só o tempo vai dizer.

Apesar de tudo, vale a pena considerar as perspectivas políticas para as eleições 2014 e se manter atualizado sobre as informações.

 

 

Top