Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como

Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como! Quem se dedica apenas aos afazeres da casa também pode se inscrever no Instituto Nacional…

Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como! Quem se dedica apenas aos afazeres da casa também pode se inscrever no Instituto Nacional do Seguro Social, pagar um valor mensalmente e ter o direito de se aposentar no futuro.

Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como. (Foto Ilustrativa)

Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como. (Foto Ilustrativa)

Ser dona de casa não é tarefa fácil. As mulheres que escolhem essa função precisam cuidar das tarefas domésticas e dos filhos, sem receber um salário. Elas acabam renunciando ao mercado de trabalho formal para se dedicar à família e aos compromissos do lar. A boa notícia é que essas guerreiras podem recolher o INSS como qualquer contribuinte facultativo.

Leia mais: Dataprev – consulta benefício INSS

Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como

De acordo com o Ministério da Previdência Social, a dona de casa pode se inscrever no INSS, desde que não desempenhe outra atividade de contribuinte obrigatório. A contribuição facultativa é um direito de todas as pessoas com mais de 16 anos, que não trabalham com carteira assinada e por isso não recolhem o benefício, como é o caso dos estudantes.

A dona de casa pode contribuir com o INSS, assim como outros trabalhadores. (Foto Ilustrativa)

A dona de casa pode contribuir com o INSS, assim como outros trabalhadores. (Foto Ilustrativa)

A dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como:

Plano simplificado

A dona de casa, assim como qualquer contribuinte individual, pode escolher o plano simplificado de contribuição. Isso significa que ela precisa pagar 11% de um salário mínimo (R$86,68) por mês para conseguir se aposentar com a remuneração mínima no futuro.

Saiba mais: Previdência Social INSS Benefícios

Plano completo

Também é possível recorrer ao plano completo, cuja contribuição mensal chega a 20%, aplicado ao salário mínimo ou até ao valor teto de recolhimento, que é de R$ 4.663,75. No final das contas, o cálculo da aposentadoria depende do histórico de contribuições da pessoa.

O plano completo tem alíquota de 20%. (Foto Ilustrativa)

O plano completo tem alíquota de 20%. (Foto Ilustrativa)

A dona de casa, quando faz o pagamento do INSS com a alíquota mais baixa, tem o direito de se aposentar com 60 anos de idade e no mínimo 15 anos de contribuição. Por outro lado, se ela paga uma contribuição de 20% ao mês, ela só pode entrar com pedido de aposentadoria após 30 anos como contribuinte ativa.

Continuar Lendo  Lava-louças Brastemp - Dica de Presente Dia das Mães

Plano especial

Poucas pessoas sabem, mas o INSS tem uma categoria facultativa que atende especialmente as brasileiras que são donas de casa. Isso mesmo! A Lei 12.470, criada em 2011, propõe uma alíquota reduzida, de apenas 5% do salário mínimo (R$39,40). Para recorrer a esse plano, a mulher precisa se enquadrar em alguns requisitos impostos pelo Ministério da Previdência Social, como não ter nenhuma renda e a renda familiar ser de até dois salários mínimos (R$1.576,00). Também é necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico.

Existe um plano ainda mais acessível, com alíquota de 5%. (Foto Ilustrativa)

Existe um plano ainda mais acessível, com alíquota de 5%. (Foto Ilustrativa)

Veja também: Consulta de Andamento do Processo INSS

E aí? O que achou da matéria “Dona de casa pode contribuir como INSS, saiba como”? Tem alguma dúvida? Comente! Em todo caso, agende o seu atendimento em uma agência do INSS. Continue no Mundo das Tribos e veja outras matérias sobre serviços.

 

Top