Diferenças entre otimista e pessimista

Diferenças entre otimista e pessimista

Entenda as diferenças entre otimista e pessimista, duas condições distintas que podem interferir na forma como vemos a vida. Nessa matéria iremos falar sobre…

Por Isabella Moretti em 26/12/2014

Entenda as diferenças entre otimista e pessimista, duas condições distintas que podem interferir na forma como vemos a vida. Nessa matéria iremos falar sobre essas duas maneiras de se comportar, suas características, vantagens e desvantagens.

Diferenças entre otimista e pessimista. (Foto: Divulgação)

Leia mais: Estudo mostra que otimismo pode ser um defeito no cérebro

Diferenças entre otimista e pessimista

Existe uma metáfora capaz de ilustrar as diferenças entre otimista e pessimista. O exemplo é o seguinte: você preenche um copo com água até a metade. A pessoa otimista vai olhar e pensar: “está meio cheio”. Já o pensamento do pessimista será: “está meio vazio”.

Você ainda não entendeu? Então vamos nos aprofundar no comportamento dessas duas forças opostas:

O mesmo copo. Duas visões diferentes. (Foto: Divulgação)

Comportamento otimista

“Tudo vai dar certo!”, “Não se preocupe!”, “Acredite!” – Esses são apenas alguns dos tantos pensamentos positivos que tomam conta da mente de uma pessoa otimista. O otimismo nada mais é do que uma disposição para encarar o lado positivo da vida e pensar sempre em um desfecho favorável para as coisas. Por mais complicada que pareça uma situação, o otimista sempre acredita que vai dar certo.

O otimista acredita que o mundo tem energias positivas que fazem as coisas prosperarem. Sua filosofia de vida sustenta a ideia de que o mundo se configura em “o máximo de bem e o mínimo de mal”.

Ser otimista e ter sempre pensamentos positivos. (Foto: Divulgação)

Muitos psicólogos acreditam que o otimismo tem forte ligação com a autoestima, bem-estar, fé e vontade de viver. Normalmente são otimistas aqueles que possuem uma religião bem definida e que acreditam em um Deus.

É muito agradável ter pensamentos positivos naturalmente, no entanto, é preciso ter cuidado. O otimismo exagerado pode formar pessoas inocentes, imaturas e que não identificam situações de perigo.

Comportamento pessimista

A personalidade pessimista tem uma tendência a enxergar o mundo de forma negativa. Tudo pode ser o pior possível e final feliz é coisa que só existe em contos de fadas. O pessimismo cria pensamentos como: “Não vai funcionar”, “Não acredito nisso” e “Tem tudo para dar errado”.

O pessimista sustenta pensamentos negativos. (Foto: Divulgação)

Ser pessimista é ter uma disposição de espírito para esperar tudo o pior. Essa condição, quando muito intensa, pode levar ao conformismo e a imobilidade na vida. A pessoa movida pelo pessimismo sente dor e sofrimento, vê perigo em tudo e não consegue acreditar nas coisas boas da vida. Na maioria das vezes, são céticas e racionais.

As diferenças entre otimista e pessimista existem e são fáceis de perceber, afinal, estamos lidando com comportamentos opostos. Os psicólogos, no entanto, não acreditam que essas forças agem separadamente ou que uma é melhor que a outra. Na verdade, eles afirmam que o otimismo e o pessimismo devem coexistir, pois são igualmente necessários em diferentes situações.

Top