Dicas de Lugares para Viajar com Bebê

Férias é tempo de lazer, e dez entre dez pessoas aproveitam esse tempo para viajar. Aliás, não é a tôa. Viajar sempre foi sinônimo…

Férias é tempo de lazer, e dez entre dez pessoas aproveitam esse tempo para viajar. Aliás, não é a tôa. Viajar sempre foi sinônimo de descanso e diversão, afinal quem não quer conhecer novos ares e relaxar?

Bom, todo mundo quer. O problema é que as vezes a tarefa pode ser um pouco complicada para aqueles que acabaram de ganhar um novo membro na família: um bebê. E como tamanho não é documento, é claro que eles dão um certo trabalho e exigem certas mudanças na rotina de seus pais, incluindo o lazer.

Viajar com um bebê pode exigir uma certa mão de obra, mas a verdade é que não se trata de uma missão impossível.

Escolhendo um destino:


De acordo com o site Bebê Busca, escolher o destino da viagem não é algo que deva ser bicho de sete cabeças. O mais interessante é escolher um local tranquilo, um destino relaxante. Isso inclui o esquecimento total e completo os locais superlotados, sem sombra e etc. Esse tipo de coisa é programa para adulto e bebê precisa é de tranquilidade, por mais que ele seja dos mais bagunceiros. Sendo assim, escolher um local não deverá ser um grande problema, mas não há como negar que existem outros detalhes a ser averiguados: os hotéis, por exemplo devem oferecer infraestrutura para famílias, se há possibilidade de você ou alguém da cozinha cuidar do preparo de sopas ou papinhas e se a presença do bebê encarecerá a hospedagem.

Já para a viagem em si, algumas precauções podem tornar o processo mais fácil. Veja algumas dicas do site Bebê Abril

Fique atento aos remédios: É importante ter uma caixinha de primeiros socorros à disposição, mas ao mesmo tempo é necessário critério para selecioná-los, devendo isso acontecer com a ajuda do pediatra. Ela deve conter analgésico, antitérmico, antissépticos, curativos adesivos, remédios antigases, termômetro e algodão.

Cuide da alimentação do seu bebê: É bastante viável ter em mãos as comidinhas que o bebê gosta, já que é provável não encontrar as marcas e sabores de sua preferência durante a viagem, mas fique atento: caso esteja se preparando para uma viagem internacional, há países que não permitem a entrada de alimentos.

Documentos e vacinas: Importantíssimo, não se esqueça de cuidar disso: em caso de viagem internacional, é preciso passaporte. Já se a viagem for aqui no Brasil mesmo, não se esqueça da certidão de nascimento. Já no caso das vacinas, elas tem de estar em dias para qualquer época do ano, porém alguns países requerem outras vacinas, portanto é preciso consultar as embaixadas. E isso deve ser tratado com antecedência porque muitas vacinas não tem efeito imediato.

O meio de transporte também influi muito em outros cuidados. Em viagens de carro, por exemplo é indicado escolher horários alternativos, com o tempo mais fresco e onde as paradas de descanso possam ser feitas com frequência e em horários em que o bebê não esteja tão agitado. Isso sem contar que o bebê deve estar acomodado em cadeirinhas compatíveis e seguras com sua idade de acordo com as leis de trânsito. Já as de avião, exigem outros cuidados para os quais você pode consultar a matéria Dezessete Dicas para Viajar com o Bebê de Avião e ter todas as informações.

Tudo certinho? Então arrume as malas e tenha uma boa viagem!

Top