Cuidados necessários ao carregar o celular

Nas últimas semanas, alguns casos de acidentes com celular chamaram a atenção no noticiário mundial, deixando muita gente assustada e com medo de usar…

Nas últimas semanas, alguns casos de acidentes com celular chamaram a atenção no noticiário mundial, deixando muita gente assustada e com medo de usar os dispositivos móveis.

A aeromoça chinesa Ma Ailun, de 23 anos, faleceu eletrocutada em 11 de julho, ao atender o iPhone que estava ligado à tomada para recarregar (Foto: Divulgação)

Entre eles, um dos destaques foi o caso de uma jovem de 18 anos, na Suíça, cujo smartphone Samsung Galaxy S3 explodiu enquanto estava no bolso da sua calça, causando queimaduras de segundo e terceiro graus na coxa direita da moça.

Já o caso mais grave envolveu uma aeromoça chinesa, de 23 anos, que morreu eletrocutada, após atender seu iPhone enquanto o aparelho estava ligado à tomada para recarregar. De acordo com as informações divulgadas por uma emissora de TV da China, a jovem utilizava um carregador que não era original e isso pode ter sido uma das causas do acidente fatal.

Diante desses e de tantos outros casos que sempre são divulgados na mídia, fica clara a importância de tomar alguns cuidados ao carregar a bateria do celular, pois apesar de os casos com vítimas fatais serem raros, incêndios e acidentes com choques elétricos podem acontecer.

Evite usar adaptadores e extensões

Os adaptadores de tomadas, extensões e os acessórios conhecidos como benjamim podem aumentar os riscos de acidentes durante a recarrega do aparelho (Foto: Divulgação)

Um dos principais motivos de acidentes ao carregar o celular está no uso de equipamentos como o “benjamim”, acessório que serve para multiplicar o número de tomadas, sendo bastante utilizado em residências.

Leia Também:  Tablets com sistema Android: modelos

Nele, costuma-se ligar vários aparelhos a um mesmo ponto, onde apenas um era esperado. Dessa forma, a tomada e os fios vão se sobrecarregando e, se o disjuntor da casa não funcionar corretamente, aquele ponto vai superaquecer e pode até iniciar um incêndio.

Por isso, fica a dica de evitar carregar a bateria do celular em benjamins, adaptadores de padrões de tomada, extensões e outros tipos de gambiarras, que representam bastante risco.

Cuidados com o carregador

É importante ter muitos cuidados ao manusear o carregador (Foto: Divulgação)

Um hábito comum a muitos proprietários de celular é tirar o carregador da tomada puxando pelo cabo. Tal atitude pode comprometer os fios dentro do componente, aumentando a possibilidade de superaquecimento. Além de evitar puxar o carregador pelo cabo, procure não torcê-lo demais ao guardá-lo e não coloque objetos em cima dele.

E na hora de recarregar o celular, tenha cuidado ao pedir o carregador emprestado aos amigos, pois os modelos de uma mesma fabricante podem não ser compatíveis e estragar o aparelho. Na dúvida, consulte o manual de instruções e procure saber se o produto emprestado é idêntico ao que você utiliza.

Elimine os hábitos perigosos

A jovem suíça Fanny Schlatter sofreu queimaduras na perda direita, depois que seu Galaxy S3 explodiu, no bolso da sua calça (Foto: Divulgação)

Pegar o carregador com a mão molhada, enquanto ele está ligado à tomada, é um dos hábitos perigosos que devem ser eliminados por quem usa celular, pois isso pode ocasionar choque.

Outros cuidados necessários ao carregar o celular, envolvendo maus hábitos, são evitar colocar o aparelho dentro de algum lugar (gavetas, caixas, etc) ou sob materiais inflamáveis, uma vez que durante o procedimento, há uma dissipação natural de calor.

Leia Também:  As melhores Smart TV em oferta

Também é bom evitar fazer ligações ou atendê-las enquanto recarrega o dispositivo, pois apesar de o risco de acidente ser muito pequeno, ele existe. Lembre-se do caso citado no início do texto.

Dê preferência aos produtos originais

O celular dela ficou assim, após a explosão (Foto: Divulgação)

Na hora de comprar carregadores e baterias novas, algumas pessoas costumam optar por “produtos alternativos”, que são mais baratos. O problema é que muitos desses produtos piratas não seguem os padrões técnicos e as normas de segurança do Brasil, podendo haver, por exemplo, incompatibilidade com a rede elétrica do país.

Para diminuir os riscos de acidentes, prefira os produtos originais do fabricante do celular e verifique se eles possuem selos de qualidade e certificações de órgãos como o Inmetro e a Anatel, caso sejam fabricados em território nacional.

Outras dicas de segurança para carregar o celular

Seguindo algumas dicas, você tem grandes chances de evitar acidentes com celulares (Foto: Divulgação)

Deixar o celular carregando enquanto você está dormindo oferece poucos riscos de acidentes, uma vez que nos aparelhos mais modernos, o carregador para de mandar energia à bateria assim que ela chega à carga máxima.

Algo que também não oferece maiores riscos de choques, mas que pode causar danos ao aparelho, é deixar o celular carregando na tomada do banheiro, enquanto você toma banho. É que o vapor que entra no dispositivo pode oxidar alguns componentes, diminuindo a vida útil do telefone.

Outra dica de segurança para carregar o celular é para os usuários de aparelhos da Apple e consiste em não usar o carregador do iPad no iPhone. Como o tablet precisa de mais energia que o smartphone, a carga é maior e pode causar danos no celular.

Top