Como tirar o RIC em SP

Os brasileiros agora poderão contar com um novo tipo de documento de identificação ou um novo documento de identidade, o registro Único de Identidade…

Por Redacao em 22/12/2011

Os brasileiros agora poderão contar com um novo tipo de documento de identificação ou um novo documento de identidade, o registro Único de Identidade (RIC). Este novo documento, além de reunir todas as principais informações do cidadão em um único cartão, facilitará a vida dos mesmos, pois não será mais necessário andar com todos os documentos para resolver algum tipo de problema.

Todo cidadão brasileiro poderá contar com um novo documento de identificação ou novo documento de identidade que é o registro Único de Identidade (RIC). (Foto: Divulgação)

Todos os cidadãos brasileiros, inclusive os naturalizados, terão que fazer a troca do novo documento para que estejam de acordo com o padrão estabelecido pelo Ministério da Justiça. Com esta mudança, o brasileiro terá um número válido em todo o território nacional com base em suas impressões digitais. Com isso, diminuem as chances de qualquer pessoa ser confundida com outra, bem como evitará que pessoas cometam crimes e delitos utilizando documentação de terceiros.

Neste novo documento, as informações que irão constar nele são: Fotografia 3×4, números de RG, CPF, título de eleitor, PIS/PASEP, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação. Além disso, terá dados relacionados à altura, cor dos olhos e todas as características necessárias a fim de que cada pessoa seja, de fato, única e sem possibilidades de qualquer tipo de fraude.

No RIC constam informações como números de RG, CPF, título de eleitor, PIS/PASEP, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação, Fotografia 3×4, bem como características pessoais. (Foto: Divulgação)

Você que mora em São Paulo, saiba que para tirar o RIC é preciso se dirigir até algum posto de atendimento ao cidadão (Delegacia) que é o local onde é também são confeccionados os documentos de RG. Depois, você dará início a todo o processo, a começar pela realização de uma assinatura digital. Todos os seus dados como nome completo, filiação, data de nascimento e sexo deverão ser fornecidos. Depois disso, todas as informações serão repassadas para o órgão central que fica localizado em Brasília a fim de que possa emitir o documento.

Toda informação só será válida após a comprovação dos mesmos com os dados que já foram registrados nos arquivos do governo. Depois que tudo for concretizado, será emitido um número para o RIC e o mesmo ficará guardado no Cadastro Nacional de Registro Único. De acordo com informações que circulam na própria internet, elas dizem que a emissão deste novo documento será feita de forma gratuita.

Fique atento a todas as informações divulgadas sobre este novo documento, pois a partir de 2012 a substituição de seus documentos atuais deverá ser obrigatória. No entanto, as datas serão divulgadas pelo Governo Federal.

Top