domingo, 2 de outubro de 2022 - 02/10/2022 00:18:32
MundodasTribos

Muitas vezes o padrasto deve dar tempo ao tempo

O relacionamento entre padrasto e enteado nem sempre é muito tranquilo. É comum o filho sentir ciúmes da mãe, pois um desconhecido está casado com ela e chega mandando como se fosse dono do território. É aí que está o erro.  É preciso aparecer na vida do enteado de forma gradativa para que ele entenda as intenções do padrasto. Saiba mais sobre o assunto.

O que este artigo aborda:

Dê tempo ao tempo

Quando o filho acompanha a separação dos pais a situação se torna mais complicada para aceitar o padrasto. Nesse caso é como se o padrasto tivesse contribuindo para a separação da família e não vai ser nada fácil aceitar o novo integrante da casa.

É preciso ter muita paciência e dar tempo ao tempo para o enteado se acostumar com a idéia de que sua mãe está com outra pessoa e que ele precisa aceitar isso.

Saiba como conviver com o enteado.

Dicas de como ser um bom padrasto

1. Procure compreender o enteado

Analise como era a situação antes da sua chegada e procure compreender o enteado, pois tudo isso é muito novo para ele.

Como ser um bom padrasto: dicas

É importante não ser autoritário

2. Respeite o espaço dele

Não chegue mandando em tudo ou bancando o paizão, pois nada disso vai adiantar. O melhor é ficar na sua e ir se inserindo aos poucos da vida do seu enteado, para que ele saiba que pode confiar em você.

3. Não dê palpites na educação dele

Dar palpites na educação do enteado logo no início pode causar ainda mais problemas na relação familiar. Deixe que o pai e a mãe resolvam essa situação.

4. Exija respeito

Não é por que você está chegando agora na casa que pode ser desrespeitado. Portanto, exija respeito da parte do seu enteado e mostre que você também o respeita muito. Dessa forma a relação pode melhorar muito.

5. Conquiste-o aos poucos

Mostre a ele que você é uma pessoa legal e de confiança. Não precisa enchê-lo de presentes, pois ele pode achar que você tentando comprá-lo. Procure se aproximar de outra forma, como por exemplo, chamando para fazer uma atividade ou ir a um local que ele gosta. Dessa forma vocês terão mais tempo para conversar e se aproximar.

6. Não tente agir como pai

Admita que você não é e nunca substituirá o pai dele. Haja como alguém que gosta dele e se preocupa com a relação familiar, no caso como um amigo com quem ele pode contar.

7. Trate bem a mãe dele

Nenhum filho gosta de ver a mãe sendo maltratada, muito menos por um estranho. Se a mãe estiver feliz é um ponto positivo para que ele aceite a nova relação da mãe e queira manter a harmonia na casa.

Veja também como ser uma boa madrasta.

É preciso tratar bem a esposa e mostrar que é confiável

Para ser um bom padrasto é preciso ter muito paciência e respeitar o tempo de aceitação do enteado. É necessário estabelecer seu papel na relação e ir conquistando a confiança dele aos poucos, pois tudo isso é novo na vida dele. Respeitar o espaço, opinião e tratar a mãe dele bem são indispensáveis para ser um bom padrasto.

O conteúdo "Como ser um bom padrasto: dicas" foi feito por Editorial MDT e distribuído por MundodasTribos na categoria Notícias em .

1

Pode ser do seu interesse

Wall Mart Supermercados RJ

Wall Mart Supermercados RJ

Prefeitura do Recife cursos para mulheres 2015

Prefeitura do Recife cursos para mulheres 2015

Curso de Cozinheiro no RJ Gratuito

Curso de Cozinheiro no RJ Gratuito

Vagas de emprego em Sorocaba 2010

Vagas de emprego em Sorocaba 2010

Consulta ao Segundo Lote da Restituição 2009 Liberada

Consulta ao Segundo Lote da Restituição 2009 Liberada

Pronatec cursos técnicos em Campinas-SP 2015

Pronatec cursos técnicos em Campinas-SP 2015