sexta-feira, 30 de setembro de 2022 - 30/09/2022 13:18:37
MundodasTribos

O mercado acionário tem despertado o interesse de muitas pessoas, no entanto, para comprar e vender ações, é necessário tomar alguns cuidados. Ao invés de contratar um fundo do banco onde tem conta corrente, o investidor deve procurar uma corretora de valores para desfrutar de taxas mais acessíveis.

Uma pessoa resolve abrir uma conta na corretora para investir na bolsa de valores. (Foto:Divulgação)

O que este artigo aborda:

Dicas para escolher a corretora

Quem deseja se arriscar na Bolsa de Valores deve se tornar cliente de uma boa corretora. Confira a seguir dicas para a escolha:

• Quem não tem noção nenhuma de investimentos na bolsa deve se submeter a um dos cursos gratuitos sobre ações e investimentos 2013;

• Use uma ferramenta online disponibilizada pela BM&FBovespa que permite escolher a corretora de acordo com os interesses e localização geográfica;

• Antes de contratar uma corretora, é importante se certificar se ela tem credibilidade e apresenta tradição no mercado;

A corretora precisa ter credibilidade. (Foto:Divulgação)

• Antes de escolher uma corretora, é fundamental calcular os riscos e elaborar um plano B em casos de imprevistos no negócio;

• O investimento na corretora não pode superar 35% da capacidade financeira;

• A opinião de amigos e pessoas de confiança também costuma pesar na decisão;

• No primeiro atendimento da corretora, vale a pena prestar atenção na agilidade e eficiência. Se os serviços forem deficientes, a empresa deve ser descartada da lista de opções;

• Verifique se a corretora de valores oferece assessoria aos investimentos, pois este serviço costuma fazer toda a diferença na vida dos iniciantes;

• Negociar ações na bolsa de valores também significa gastos, por isso é importante buscar as corretoras que oferecem as taxas mais vantajosas;

• Em casos de taxas muito baratas, o investidor deve desconfiar da corretora. Algumas empresas até oferecem serviços baratos, mas lideram a lista de reclamações na CVM, órgão de fiscalização do mercado de capitais.

Como abrir conta em uma corretora?

Para abrir a conta, é preciso providenciar a documentação. (Foto:Divulgação)

Depois de escolher a melhor corretora, é necessário providenciar a documentação para começar a atuar na bolsa de valores. Normalmente estas empresas solicitam cópia do RG, cópia do CPF, comprovante de residência e preenchimento da ficha cadastral. O investidor iniciante, antes de assinar o contrato, deve ler com atenção todos os tópicos.

Algumas corretoras permitem o envio de dados por e-mail, já outras preferem que o novo cliente compareça a empresa. A abertura de conta não tem custo e é concluída em no máximo 2 dias úteis. Vale ressaltar que não existe um valor mínimo para investir na bolsa de valores.

A corretora tem o dever de informar o cliente sobre a situação do mercado acionário e dos novos produtos. O investidor precisa transferir dinheiro para a conta e escolher quais as empresas deseja fazer aplicações.

O conteúdo "Como abrir uma conta em uma corretora" foi feito por Isabella Moretti e distribuído por MundodasTribos na categoria Economia em .

Isabella Moretti

Publicitária, pós-graduada em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais. É também empresária e CEO & Founder do ViaCarreira

1

Pode ser do seu interesse

Descubra qual a melhor maneira de investir o seu 13º

Descubra qual a melhor maneira de investir o seu 13º

Segurados do INSS podem ser obrigados a pagar perícia médica

Segurados do INSS podem ser obrigados a pagar perícia médica

Regras do parcelamento do Simples Nacional

Regras do parcelamento do Simples Nacional

Prazos do décimo terceiro 2015

Prazos do décimo terceiro 2015

Consórcio Imobiliário Itaú

Consórcio Imobiliário Itaú

Preços dos combustíveis nas principais cidades

Preços dos combustíveis nas principais cidades