Castelo da rainha Elisabeth II produzirá sua própria energia

Castelo de Windsor (Wikipédia) A rainha da Inglaterra, Elisabeth II, demonstrou sua preocupação com o meio ambiente ao autorizar a instalação de turbinas hidroelétricas…

Castelo de Windsor (Wikipédia)

A rainha da Inglaterra, Elisabeth II, demonstrou sua preocupação com o meio ambiente ao autorizar a instalação de turbinas hidroelétricas nas proximidades do castelo Windsor, uma das residências reais. Em um primeiro momento, serão instaladas duas turbinas de 40 toneladas na represa de Romney, no rio Tâmisa.

Ainda não se sabe ao certo se a produção de energia delas será suficiente para suprir as dependências do castelo logo de início, mas as expectativas é que Windsor se torne autossuficiente em produção de energia até 2012. Os mais otimistas, acreditam até que o projeto seja capaz de produzir energia sobressalente. Com isso, o castelo não somente não consumirá mais da produção do país coma ainda ajudará com seu excedente.

O projeto original é datado de 2007, mas só agora teve início. Espera-se que até novembro a pequena hidroelétrica real já esteja em funcionamento. O custo estimado das turbinas é de 700 mil libras (quase R$ 2 milhões) e a obra custará aproximadamente mais 1 milhão de libras. O castelo de Windsor é atualmente uma das propriedades que mais consome eletricidade no país. A autossuficiência do local resultará em uma grande economia nos níveis de carbono lançado à atmosfera pelas termoelétricas do país.

Top