terça-feira, 16 de agosto de 2022 - 16/08/2022 09:35:47
MundodasTribos

O Carnaval – história, origem, curiosidades é uma festa que teve início na Grécia em meados dos anos 600 à 520 antes de Cristo. Por meio dessa festividade, os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade da terra e pela produção. Em 590 antes de Cristo a festa passou a ser uma comemoração do calendário Católico. O Carnaval era determinado pela movimentação da lua.

O que este artigo aborda:

Carnaval – história, origem, curiosidades

O Carnaval é uma festa de origem pagã, que remonta à Antiguidade. Em face de uma de suas principais características, a inversão dos papéis sociais durante as comemorações – como os escravos se fantasiarem de senhores, por exemplo –, a origem do Carnaval pode ser encontrada tanto na Mesopotâmia quanto na Grécia ou em Roma.

Na Babilônia, um exemplo de inversão dos papéis pode ser encontrado nas Saceias, uma festa em que um prisioneiro assumia durante poucos dias as insígnias reais e suas vestimentas, podendo ainda dormir com as esposas do rei. Após esse período de poucos dias, o prisioneiro era castigado com chicotadas, sendo depois enforcado ou empalado.

Na Grécia, uma das origens e características do Carnaval podem ser encontradas nas festas dedicadas a Dionísio, também conhecido como Baco entre os romanos, o deus das videiras e do vinho. A inversão de papéis também era verificada, com prostitutas vestindo-se de virgens e homens de mulheres, por exemplo. A bebedeira também estava presente, servindo combustíveis para a prática dos atos de libertinagem.

Em Roma, essas características eram verificadas em festas como as Saturnálias, celebradas em dezembro, e as Lupercálias, ocorridas em fevereiro, que marcavam o período anterior ao ano-novo para os romanos, comemorado em março. O consumo de bebidas, comidas, a inversão dos papéis sociais e a libertinagem dessas festas pagãs desagradavam a moralidade e o controle social que a Igreja Católica pretendia exercer.

Com o objetivo de estruturar seu poder e garantir seu crescente domínio na sociedade que habitou o Império Romano, a Igreja buscou disciplinar tais festas e impor alguns limites. Com a criação da quaresma no século VIII, a Igreja limitou a realização das festas até essa data, comemorada 40 dias antes da Páscoa.​

Como a quaresma era um período de jejum e controle dos comportamentos, as festas anteriores a ela eram marcadas pela liberdade no consumo e no comportamento. Talvez essas características expliquem uma das hipóteses para a origem do vocábulo Carnaval. Sua origem pode ser o termo latino carnis levale, que significa retirar a carne, uma referência ao jejum da quaresma.

Mesmo com o controle católico, a festa continuou a ser praticada durante toda a Idade Média e à época moderna. Na Renascença até o século XVIII, um exemplo da prática do carnaval pode ser encontrado com a commedia dell’arte italiana, de onde teriam saído figuras características, como o pierrô e a colombina.

Já para os católicos, o carnaval – história, origem, curiosidades era como se fosse um adeus a carne, que inclusive originou seu nome, Carnaval (carne vale). No período em que acontecia a festividade havia uma grande concentração de comemorações populares. Cada província brincava o Carnaval do seu modo, seguindo os seus costumes. As fantasias passaram a fazer parte da festa no século XIX, quando a sociedade vitoriana a inseriu no contexto das comemorações.

Leia mais informações sobre: Origem do carnaval no Brasil

Paris, a origem de tudo

A cidade de Paris exportou para todo o mundo o seu modo de “pular” Carnaval. O Rio de Janeiro foi uma das muitas cidades que se inspiraram no modelo carnavalesco utilizado na cidade francesa. Mas, o diferencial do Carnaval do Rio de janeiro foram as escolas de samba, que por sua vez inspirou a festa nas cidades de São Paulo, Helsinque (capital da Finlândia) e Tóquio. De acordo com o Guinness Book, o Carnaval do Rio de Janeiro é o maior do mundo. Em 1995, o livro dos recordes considerou o bloco Galo da Madrugada, da cidade de Recife, o maior bloco de Carnaval do planeta.

Carnaval no Brasil

O Carnaval é a maior festa popular do país. A festividade ocorre durante quatro dias consecutivos (a data precede a quarta–feira de cinzas, feriado religioso). A quarta de cinzas tem este nome por causa da queima dos ramos no Domingo de Ramos do ano anterior, em que as cinzas são utilizadas para benzer os fiéis no início da quaresma.

Leia mais informações sobre: Origem do Carnaval

Com o passar dos anos

No fim do século XVIII, a festa acontecia em todo o país, porém era considerada para pessoas de classe baixa. Em uma tentativa de fazer com que as pessoas de alta renda participassem do Carnaval, os bailes de máscara parisiense passaram a fazer parte das festividades. A partir de 1930, a festa popular começa a sofrer uma séria repressão policial. A repressão não surtiu efeito e o Carnaval se popularizou e ganhou o mundo.

hoje em dia o carnaval é a maior festa popular do mundo, aqui no Brasil ela chama a atenção, pois o carnaval oferece inúmeras atrações em várias cidades do país. No Rio de Janeiro e em São Paulo o Carnaval é  mais luxuoso, apresenta grandes escolas de samba com carros alegóricos cheios de estilo e encanto. Depois tem o carnaval na Bahia que é feito com trio elétrico nas ruas e a multidão segue os carros de som, com cantores famosos embalando a festa de todos. O Carnaval de Olinda apresenta os bonecos gigantes que são a atração e o frevo, que é patrimônio cultural da humanidade.

Escolas de Samba

A primeira agremiação que surgiu no Rio de Janeiro se chamava “Deixa Falar”, hoje “Estácio de Sá”, em 1928. A origem do nome “escola” se dá ao fato que os fundadores da “Deixa Falar” estavam num bar em frente a uma escola.

Hoje em dia, elas recebem o nome oficial de “Grêmio Recreativo Escola de Samba”, pois têm o compromisso de difundir a cultura na comunidade onde estão inseridas.

O Carnaval de rua no Rio de Janeiro sofreu um golpe com a construção do “Sambódromo”, que confinava os desfiles a este espaço. A festa passou a ser transmitida pela TV e os ingressos ficaram cada vez mais caros.

O Carnaval de rua sobrevivia nos subúrbios com grupos como o “Cacique de Ramos”, no centro da cidade, através de blocos como o “Cordão do Bola Preta” e os “Carmelitas”. Na Zona Sul carioca, havia a “Banda de Ipanema” e mesmo o “Imprensa que eu Gamo”, formado por profissionais da comunicação.

E assim o carnaval se espalhou pelo Brasil e a cada ano fica mais popular e cheio de encantos.

O conteúdo "Carnaval – história, origem, curiosidades" foi feito por Élida Santos e distribuído por MundodasTribos na categoria Carnaval em . Conteúdo atualizado em .

1

Pode ser do seu interesse

Moldes para mascaras de carnaval, imprimir

Moldes para mascaras de carnaval, imprimir

Carnaval em alto-mar: sugestões de cruzeiros

Carnaval em alto-mar: sugestões de cruzeiros

Lugares para passar o Carnaval – dicas

Lugares para passar o Carnaval – dicas

Crianças no Carnaval: cuidados

Crianças no Carnaval: cuidados

Carnaval 2017 em Cidades Históricas de MG

Carnaval 2017 em Cidades Históricas de MG

Pacotes Carnaval 2011 Buenos Aires

Pacotes Carnaval 2011 Buenos Aires