Brasil tem mais de 250 milhões de linhas de celular

O Brasil atingiu um número alto de linhas de celular em funcionamento, 250,8 milhões no mês de março, segundo os dados divulgados pela Agência…

Por Editorial MDT em 18/04/2012

O Brasil atingiu um número alto de linhas de celular em funcionamento, 250,8 milhões no mês de março, segundo os dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel). Somente no último mês as habilitações de novas linhas alcançaram 3,2 milhões, o que caracteriza a soma como a maior já registrada em um mês de março, ao longo de 13 anos. O número representa um crescimento de 1,3% se comparado ao registrado no mês de fevereiro deste ano.

O Brasil já tem mais celulares do que habitantes (Foto: divulgação)

As linhas de celular pré-pago dominam o mercado, com 81,8% do total (205,2 milhões de linhas) enquanto as do tipo pós-pago ficam com o restante 18,17% ou 45,6 milhões de linhas. O Norte do país é que possui o maior percentual das linhas pré-pagas em funcionamento, 90,7% das linhas utilizadas na região são do tipo pré-pago.

A quantidade de linha ativas por grupo de cem habitantes também teve um aumento de 1,23%. O número passou de 126,45 celulares a cada cem habitantes, em fevereiro, para 128 no mês de março. Os telefones celulares com tecnologia 3G para acessar a internet alcançaram 52 milhões de acessos, um crescimento de 10,11% comparado a fevereiro.

O Distrito Federal é o campeão em números de linhas de celular (Foto: divulgação)

Com 84,4 linhas de celular a cada 100 habitantes, o Estado do Maranhão foi o único a apresentar números de linhas de celular inferiores ao número de pessoas. Já no Distrito Federal o número de linhas é alto, são 219,69 por cada 100 habitantes, o que representa mais de 2 linhas para cada pessoa e coloca a unidade da federação como a campeã do País em número de linhas. Outros estados que apresentaram crescimento nos números de linhas no Brasil foi o Acre com 2,02, Tocantins 1,77, Amapá 1,72, Piauí 1,67 e Rio Grande do Sul 1,65.

Os dados foram divulgados nesta semana pela Anatel (Foto: divulgação)

A Vivo ficou em primeiro lugar entre as operadores de celular no Brasil, com 29, 81% de participação no mercado e 74.783.713 assinantes. Na sequência vem a TIM (26,80% e 67, 2 milhões de assinantes), a Claro (24,56% e 61,59 milhões de assinantes), a Oi (18,53% e 46,69 milhões de assinantes), a CTBC (0,27%) e a Sercomtel (0,03%). O maior crescimento, no mercado brasileiro, entre as operadoras foi da Tim, enquanto a Claro teve a maior queda.

Top