10 profissões em baixa no mercado

Pesquisa realizada com representantes de algumas das maiores empresas de recrutamento do Brasil revelou as profissões que estão em baixa no mercado atual, cujo…

Pesquisa realizada com representantes de algumas das maiores empresas de recrutamento do Brasil revelou as profissões que estão em baixa no mercado atual, cujo número de contratações caiu consideravelmente nos últimos meses.

Os profissionais recém-formados em Direito estão com dificuldades em encontrar empregos (Foto: Divulgação)

Confira a seguir a lista das 10 profissões em baixa no mercado e veja também algumas dicas para contornar a situação e abrir novas oportunidades de emprego, caso seja formado em uma dessas áreas.

Sociologia

Profissionais que queiram trabalhar somente como sociólogos encontram dificuldades na busca por empregos fora do circuito que normalmente oferece oportunidades para a área (centros de pesquisa, escolas e universidades). A dica é abrir o leque de atuação.

História

Quem quer atuar como historiador tem um campo restrito aos segmentos acadêmico e de pesquisa. Sendo flexível e buscando cursos complementares, as chances no mercado de trabalho aumentam.

Geografia

Assim como os historiadores, os geógrafos podem ter dificuldades para achar emprego fora da área de pesquisa. Por isso, é interessante investir em cursos de especialização para ter outras oportunidades.

A profissão de jornalista, pelo menos na sua forma mais clássica, está em baixa na atualidade (Foto: Divulgação)

Jornalismo

Os recém-formados que queiram se especializar apenas no setor impresso, por exemplo, podem encontrar muitos obstáculos. A dica é ficar atento ao jornalismo digital e também à comunicação corporativa.

Antropologia

Profissão muito restrita ao mundo acadêmico, os formados na área devem ser flexíveis se quiserem conseguir mais vagas de emprego, fazendo cursos complementares.

Continuar Lendo  Estágios NUBE 2010-2011 SP, RJ, MG, RS, PR, ES

Psicologia

Devido à preferência dos pacientes por profissionais mais experientes, os recém-formados têm encontrado dificuldades no início da carreira. A saída pode estar em buscar mercado nas cidades menores, caso não queira se aventurar em outras profissões.

Direito

Com a oferta maior que a demanda, arranjar emprego em escritórios de advocacia tem sido difícil. Profissionais que querem se dar bem precisam buscar complementar a formação.

Os pedagogos também estão com dificuldade para encontrar vagas no mercado de trabalho (Foto: Divulgação)

Vendedores de porta em porta

O comércio eletrônico tem dominado o mercado, fazendo com que, em pouco tempo, as vendas de porta a porta sejam algo do passado. Quem atua na área deve se adaptar à nova realidade para não perder espaço.

Serviço Social

A vida não está fácil para os assistentes sociais, cujas oportunidades de trabalho são cada vez mais difíceis de encontrar. Porém, buscando formação complementar, é possível achar oportunidades em áreas como recursos humanos, por exemplo.

Pedagogia

Com as condições de trabalho e os salários muito questionados, o pedagogo não deve ter a sua atuação restrita à sala de aula, caso queira se manter no mercado.

Top