10 empregos que poderão desaparecer até 2022

Se você trabalha como Carteiro ou Agente de Viagens, é bom começar a pensar em outras profissões, pois essas duas carreiras fazem parte da…

Por Andre em 26/10/2016

Se você trabalha como Carteiro ou Agente de Viagens, é bom começar a pensar em outras profissões, pois essas duas carreiras fazem parte da lista dos 10 empregos que poderão desaparecer até 2022.

10 empregos que poderão desaparecer até 2022 (Foto Ilustrativa)

10 empregos que poderão desaparecer até 2022 (Foto Ilustrativa)

Estudos recentes realizados com base em dados do instituto de estatística Bureau of Labor Statics (BLS) revelaram informações importantes e curiosas a respeito das profissões que podem ser extintas nos próximos anos.

Conforme o instituto, há determinadas carreiras com grandes possibilidades de reduzirem seus postos de trabalho ou até mesmo desaparecerem por completo, até o ano de 2022. Os motivos são os mais variados possíveis, indo do avanço da tecnologia à perda de utilidade.

10 empregos que poderão desaparecer até 2022

A carreira de Agente de Viagens estaria ameaçada? (Foto Ilustrativa)

A carreira de Agente de Viagens estaria ameaçada? (Foto Ilustrativa)

Na liderança do ranking dos empregos ameaçados de extinção está a profissão de Carteiro, cuja previsão de retração é de 28% na demanda pelos seus serviços, graças principalmente à diminuição do envio de cartas e boletos bancários, substituídos por e-mails, mensagens de texto e boletos online.

Em seguida, aparece a profissão de Agricultor, ameaçada pelo grande avanço das máquinas agrícolas, que cada vez mais fazem os trabalhos anteriormente praticados por seres humanos. A previsão de retração na demanda é de 19%, mesmo índice do cargo de Leitor de Medidor, terceiro colocado no ranking, já que os medidores modernos podem ser monitorados à distância.

O clássico Repórter de jornal impresso está em extinção (Foto Ilustrativa)

O clássico Repórter de jornal impresso está em extinção (Foto Ilustrativa)

O cargo de Repórter de Jornal também está entre as carreiras que podem desaparecer, já que os jornais impressos têm enfrentado uma grave crise, com muitos deles deixando de circular. Com isso, a tradicional profissão de repórter que vai atrás dos fatos tem sido substituída pelos escritores que trabalham online.

Já na quinta posição está a profissão de Agente de Viagem, igualmente ameaçada pelas mídias online. É que existem muitas ferramentas de pesquisa online de passagens aéreas, pacotes de viagem baratos e portais de turismo, que podem substituir essa clássica carreira.

Profissões com risco de extinção

As comissárias de bordo podem perder espaço para o computador (Foto Ilustrativa)

As comissárias de bordo podem perder espaço para o computador (Foto Ilustrativa)

Completando a lista de profissões que correm risco de extinção, o BLS cita os cargos de:

  • Lenhador, cuja demanda tem sido diminuída graças à preocupação com o meio ambiente;
  • Comissário de Bordo, substituído por vídeos de instrução de segurança;
  • Operador de furadeira, substituído por máquinas cada vez mais avançadas;
  • Funcionários de gráficas, por causa da substituição do papel pelos meios digitais;
  • Fiscal de impostos, que pode perder seu lugar para programas inteligentes que fazem o mesmo serviço.

Convidamos você a continuar a navegar no Mundo das Tribos e ler outras publicações.

Top