06 de setembro: Dia do Sexo

No dia 6 de setembro comemora-se o Dia do Sexo. Nesta data, um tanto que inusitada, as pessoas não vão apenas para a cama…

No dia 6 de setembro comemora-se o Dia do Sexo. Nesta data, um tanto que inusitada, as pessoas não vão apenas para a cama com mais fervor, elas também são bombardeadas por informações a respeito de uma vida sexual segura. As campanhas incentivam o uso da camisinha para prevenir as principais DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis).

Uma ação de marketing transformou o dia 6 de setembro no Dia do Sexo. (Foto:Divulgação)

Embora o Dia do Sexo envolva muitos assuntos, ele é puramente uma jogada de marketing. A data começou a ser comemorada no ano de 2008, em virtude de uma ação realizada por uma fabricante de camisinhas.

Sexo: Tabu e prazer

Não são apenas as campanhas de prevenção que ganham espaço no Dia do Sexo, as pessoas também buscam informações curiosas sobre o tema e chegam a pesquisar a história da prática essencial para a reprodução (e para a diversão).

A humanidade pratica o sexo há milênios, mas o assunto sempre foi visto como um tabu. Por isso, homens e mulheres ainda possuem muitas dúvidas quando falam a respeito das relações sexuais. Embora as incógnitas permaneçam na mente de muitos, o comportamento com relação ao sexo evoluiu muito nos últimos anos, principalmente no que diz respeito ao ‘lado feminino’.

As mulheres superaram muitos tabus para ter direito ao prazer sexual. (Foto:Divulgação)

Por muito tempo a mulher ocupou uma posição coadjuvante e submissa na sociedade, sendo que este mesmo estilo de vida refletia na cama. Se ela praticasse sexo antes do casamento e não fosse mais virgem, ela corria o risco de ser repudiada pelos noivos. Caso sentisse orgasmo na hora H, também não era vista com bons olhos pelo seu companheiro. Enfim, a mulher não tinha liberdade para buscar formas de sentir prazer, ela era programada apenas para gerar, cuidar da cada e dos filhos.

A partir do momento que a mulher conquistou seu espaço na sociedade, ela também começou a desfrutar de uma vida sexual muito mais emocionante. No entanto, alguns países do Oriente ainda conservam tabus culturais a respeito do sexo, como é o caso da Índia.

Leia mais: Ideias para revolucionar sua vida sexual

Curiosidades sobre sexo

Sexo melhora a qualidade de vida das pessoas. (Foto:Divulgação)

Aproveite o dia do sexo para conhecer algumas curiosidades da atividade mais praticada no mundo:

– Os médicos afirmam que o sexo seguro faz muito bem a saúde. A relação é capaz de aliviar as crises de enxaqueca, fortalece os ossos, ameniza as cólicas menstruais, melhora o sono, reduz o estresse e aumenta a imunidade do corpo;

– Uma pesquisa apontou que em média 5% das mulheres são alérgicas a sêmen;

– Durante a sua vida, o homem gera em média 53 litros de sêmen;

– No orgasmo, o coração chega a 180 pulsações por minuto;

– Os libaneses costumam ter relações sexuais com animais;

– O sexo contribui com a beleza feminina, afinal, melhora o aspecto da pele da mulher e deixa o cabelo mais brilhante;

– A primeira ereção do homem acontece quando ele ainda é um feto;

– Apenas 29% das mulheres se casam virgens;

– O tamanho do pênis dependente da herança genética, mas alguns fatores podem fazer o membro encolher, como o tabagismo, o estresse e a água fria;

– A palavra clitóris vem do grego e significa ‘chavinha’;

– As mulheres egípcias usavam esterco de crocodilo como anticoncepcional;

– De acordo com o Guiness Book, o homem com maior pênis do mundo tem um membro que mede 34 centímetros;

– Lisa Sparxxx conquistou espaço no Guiness por fazer sexo com maior número de pessoas em um dia. Ela se relacionou com 919 homens em menos de 24 horas.

Veja também: Porque os Homens Dormem Depois do Sexo


Top