Você já conhece a Dieta do Carboidrato? Clique Aqui X

Menu
Você está em: MundoDasTribos > Saiba por que os carros são mais caros no Brasil

Saiba porque o preço dos carros, no Brasil, é tão elevado e conheça exemplos práticos da quantia que pagamos em impostos.
0 5 Votos 0 - Votar
385329 por que os carros são mais caros no Brasil Saiba por que os carros são mais caros no Brasil Automóveis vendidos no Brasil são de 30% a 80% mais caros que os comercializados no exterior.

O carro que o brasileiro compra é de 30% a 80% mais caro do que os veículos comercializado nos Estados Unidos, Argentina ou México. As montadoras responsabilizam exclusivamente os altos impostos e os elevados custos de produção pelos preços, porém, o real motivo não é assim tão simples.

Os principais motivos para os preços altos

O problema é que consumidor aceita pagar altos valores por veículos e na maioria das vezes dá atenção apenas ao valor da parcela do financiamento, ignorando o valor total, os juros e os longos prazos. Na somatória IPI, ICMS, PIS e Cofins representam entre 27 e 36% do valor total do automóvel – veículos a álcool e com menor número de cilindradas pagam menos. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, os impostos equivalem a 6,1% do preço final dos veículos, e a porcentagem sobe para 9,1% no Japão, 16% na Alemanha e 20% na Itália.

Entretanto, os impostos não são os únicos vilões. Existem outros fatores que vão se associando e acabam exercendo forte pressão sobre os preços dos carros. O chamado “Custo Brasil” é um desses fatores, que abrange desde o valor da mão-de-obra até o desembaraço alfandegário, no caso da importação de produtos e peças. Nesse aspecto, destacam-se os gastos com logística, já que o país tem grande extensão e depende, basicamente, de rodovias e portos para transporte. As rodovias, em especial, deixam a desejar em qualidade, ao comparar, por exemplo, com a infraestrutura norte-americana.

Honda City, um exemplo prático dos preços altos

A montadora Honda lançou recentemente o novo City, o sedan brasileiro produzido em Sumaré/SP, que chegou ao mercado mexicano com duas importantes diferenças das versões distribuídas por aqui: a primeira é a garantia de um carro mais equipado, mesmo na versão mais simples, a segunda é o preço, que equivale a menos da metade do cobrado no Brasil.

No México, todas as versões são equipadas com freios a disco nas quatro rodas, ABS e EBD, airbag duplo, ar condicionado além dos vidros, travas e retrovisores elétricos. O motor é o mesmo que equipa a versão vendida no Brasil, ou seja, 1.5 litros, contando com 116 cv de potência. Por lá, a versão de entrada será oferecida por 197 mil pesos mexicanos, o que equivale a cerca de R$ 25.800. No Brasil, o City LX com câmbio manual (versão de entrada) que não conta com freios ABS, tem preço sugerido de R$ 56.210.

385329 hondacity1 Saiba por que os carros são mais caros no Brasil Honda City produzido no Brasil e vendido mais barato no país vizinho.

O Brasil não é conhecido somente como o país do samba e do futebol, infelizmente é também conhecido como campeão nos altos preços dos veículos em relação a países como Estados Unidos, México, Argentina e outros da União Europeia.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL