Search

Paulo Freire é o patrono da educação brasileira

O reconhecimento se deve aos grandes serviços prestados pelo educador e filósofo pernambucano que apresentou novos e revolucionários métodos de alfabetização.
Google plus

Paulo Freire inovou a metodologia da educação

O educador e filósofo Paulo Freire recebeu uma bela e merecida homenagem. Ele foi declarado o Patrono da Educação Brasileira, pela sua reconhecida metodologia de ensino, que revolucionou a alfabetização da população pobre em alguns locais em que ela foi implantada. O reconhecimento ao educador veio através da Lei nº 12.612/2012, assinada pela presidente Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial da União do dia 16 de abril.

Reconhecido internacionalmente, o pernambucano Paulo Freire é considerado um dos maiores pensadores da história da pedagogia em todo o mundo. Ele influenciou o movimento conhecido como Pedagogia Crítica e a sua didática tinha como princípio a ideia de que para o aluno assimilar determinado conhecimento, deveria ele próprio fazer o caminho e não seguir um previamente estabelecido.

Quem foi Paulo Freire

Homenagem a Paulo Freire na Biblioteca Nacional de Brasília

Paulo Reglus Neves Freire nasceu no Recife, em 1921. No ano de 1943, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de Recife, atual Universidade Federal de Pernambuco, onde teve contato com conteúdos voltados à filosofia da educação. Acabou deixando de lado a profissão de advogado e começou a lecionar Língua Portuguesa.

No início dos anos 60 ele era diretor do Departamento de Extensões Culturais da universidade em que estudou e criou um método alternativo para alfabetizar um grupo de 300 cortadores de cana em 45 dias. Devido ao sucesso da metodologia, o governo João Goulart o convidou para expandir a técnica em todo o país, mas a ditadura militar, que assumiu logo em seguida, vetou o projeto e prendeu o educador.

Exilado do país durante 16 anos, Paulo Freire passou pelo Chile, Estados Unidos, Suíça e Inglaterra, e difundiu o revolucionário método de ensino nos países africanos colonizados por Portugal.

De volta ao Brasil em 1979, Paulo Freire continuou o seu trabalho na área de educação e foi Secretário de Educação da Prefeitura de São Paulo durante a gestão de Luiza Erundina. Ele faleceu em 1997, após ser vítima de um ataque cardíaco.

Obras

O livro "A Pedagogia do Oprimido" foi traduzido em 40 idiomas

Paulo Freire possui várias obras publicadas, sendo a mais conhecida delas o livro “A Pedagogia do Oprimido”, de 1970, que foi traduzida em mais de 40 idiomas. Ele ganhou 41 títulos de doutor honoris causa, de algumas das principais universidades do mundo, como Oxford, Cambridge e Harvard.

 


Google plus


Compartilhe suas ideias! Deixe um comentário...

Antes de enviar um comentário, verifique seu conteúdo. Comentários que violem os Termos de Uso e Condições de Navegação do Portal mundo das Tribos e as leis em vigor poderão ser removidos pelo Portal Mundo das Tribos, sem prejuízo da adoção das medidas legais cabíveis pelo Portal.

Política de privacidade
Termos de uso e condições do site


Top