Menu

Criança

Atualizado em 23 de abril de 2010, às 10:35 por Editorial MDT
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Criança Tímida: Quando isso se torna um Problema ?

Quando a Timidez do Seu Filho Se Torna Um Problema 300x300 Criança Tímida: Quando isso se torna um Problema ?

As crianças quando estão no convívio social costumam se expressar de formas diferentes e, muitas vezes não estamos atentas às manifestações que as mesmas expõem. Algumas crianças sentem dificuldades de estar no convívio social junto com outras crianças, não brinca, não conversa não se manifesta não conseguem ficar à vontade com os demais colegas de classe.
As razões para tanta timidez podem ser inúmeras, porém, cabem os pais estarem com o olhar mais atento para que esta manifestação não atrapalhe o seu desenvolvimento. Os pais devem mudar sua postura perante a esta dificuldade, pois a timidez pode afetar o seu lado emocional, muito das vezes este problema pode estar dentro do seu próprio lar “problemas familiares”, deixando de lado então suas manifestações.
Muitos pais reprimem, cobram demais posturas como se fossem adultos e isto não é legal. POLICIE-SE!!! Tudo na medida certa não se pode podar demais ou dar liberdade demais antes do tempo dose, tudo tem há sua hora. A superproteção também atrapalha, às vezes a criança fica tão protegidas pelos pais que quando se vêem em outros ambientes, não conseguem se socializar, ficam caladas e, o perigo se encontra aí na auto-estima a criança deve ter sua própria autonomia.
Quando a criança é introvertida não há problema algum é um caso diferente da timidez, isso por que a criança é tímida ela não se socializa de forma nenhuma sente esta dificuldade, contudo a criança que é inibida também é quieta, mas socializa-se com as demais crianças. A criança tímida se fecha cria um mundo se dela. A ajuda de um especialista deve ser consultada, o excesso de timidez pode prejudicar sua vida ainda na sua idade adulta.
O melhor a fazer o estimular o seu filho a brincar, socializar falar, se expor e você deve ouvi-lo sem interrompê-lo.
Deixe-o crescer, ter criar sua própria autonomia ser ele mesmo.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.