Você está em: MundoDasTribos > Tecnologia > Apple X Gradiente: entenda a disputa pelo iPhone

Apple X Gradiente: entenda a disputa pelo iPhone

Por Andre

Em dezembro de 2012, a Gradiente lançou no mercado nacional o seu próprio “iphone”, que traz o sistema operacional Android e uma configuração mais simples quando comparada ao “iPhone” desenvolvido pela Apple, que é um grande sucesso de vendas em todo o mundo.

O lançamento do iphone da Gradiente causou grande polêmica no mercado nacional (Foto: Divulgação)

A chegada do smartphone da Gradiente, que faz parte da linha “G Gradiente IPHONE”, causou bastante polêmica entre os fãs da marca norte-americana e os defensores da fabricante brasileira, e se tornou motivo de disputa entre as duas companhias.

Além da diferença na grafia, que no modelo da Apple leva o “P” maiúsculo e na versão da Gradiente leva todas as letras em minúsculo, nos sistemas operacionais (iOS x Android) e nos recursos que os telefones trazem, os smartphones se diferenciam também pelos preços. Enquanto o iphone da Gradiente custa R$ 599,00, o iPhone da Apple não sai por menos de R$ 2.400,00 (iPhone 5).

Leia também: Iphone da Gradiente – saiba o que ele tem

A disputa pela marca iPhone entre Apple e Gradiente

O problema foi causado pelo fato de que a Gradiente havia pedido o registro do nome iphone em 2000, enquanto a Apple registrou a sua marca em 2007 (Foto: Divulgação)

A disputa pelo iPhone entre a Apple e a Gradiente diz respeito à propriedade da marca no Brasil. A empresa nacional fez o pedido do nome em 2000, obtendo a autorização para o seu uso em 2008. Já a Apple pediu o registro da marca iPhone em 2007, ano de lançamento da primeira geração do smartphone.

Dessa forma, a Gradiente alega ser a proprietária do nome iPhone (nesse caso não importa a grafia da palavra) no país, o que pode gerar uma ação contra a Apple, resultando até mesmo na proibição da venda do modelo da marca de Steve Jobs com a nomenclatura iPhone no Brasil.

O que ele traz de novo: Apple lança iPhone 5 – saiba mais

O que decidiu o INPI

Conforme a decisão do INPI, o nome iphone no Brasil é de propriedade da Gradiente (Foto: Divulgação)

De acordo com decisão publicada pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em 13 de fevereiro, o nome iphone no Brasil é de propriedade da Gradiente, já que a empresa fez o pedido de registro da marca sete anos antes que a Apple.

Dessa forma, a empresa nacional pode exigir o direito de exclusividade do uso do nome na Justiça, fazendo com que a Apple tenha que modificar o nome do seu produto ou tente um acordo com a Gradiente para continuar a utilizar a marca iPhone.

Veja as dicas: Como registrar uma marca no INPI

Próximos capítulos da disputa Apple x Gradiente

O iphone da Gradiente é bem diferente do iPhone da Apple (Foto: Divulgação)

Apesar da decisão do INPI favorável à Gradiente, a disputa Apple x Gradiente pelo iPhone promete não parar por aí, uma vez que a Apple alega que a empresa brasileira não utilizou a marca nos cinco anos de prazo que tinha para isso, resultando em caducidade do registro.

O interessante é que a Apple já tem experiência nesse tipo de situação, uma vez que o nome iPhone pertencia à Cisco nos Estados Unidos e a empresa de Steve Jobs teve que entrar em acordo com ela para utilizar a marca por lá. O mesmo se deu na China com o iPad, cujo nome era de propriedade da Promoview.

Recomendado para você
Tecnologia

Facebook login, como entrar no facebook.com.br

Tecnologia

Melhores antivírus para proteger Android: quais são

Tecnologia

Instagram Direct: como usar, saiba mais

Tecnologia

Satélite com imagens online do Google maps ao vivo

Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *