Menu

Saúde

Atualizado em 15 de dezembro de 2011, às 10:50 por Analu
Você está em: MundoDasTribos > Bem Estar > Alimentos que causam enxaqueca

Alguns alimentos parecem estar relacionados ao aparecimento da enxaqueca. Confira algumas substâncias que podem desencadear o quadro de dor.
352570 342553 mdemulhe Alimentos que causam enxaquecaCrises de enxaqueca

O que é a enxaqueca?

A enxaqueca é uma dor de cabeça que ocorre de forma muito comum na população, principalmente em mulheres. A idade mais afetada é entre 25 e 45 anos, mas crianças também podem apresentar esse tipo de dor.

A cefaléia é normalmente do tipo latejante, afetando apenas uma metade da cabeça (unilateral), de intensidade de moderada a grave. Podem ocorrer, concomitantemente, náuseas, vômitos, fotofobia (aversão à luz) e fonofobia (aversão a sons).

Alimentos que podem gerar a enxaqueca

Não se sabe ao certo o que desencadeia a enxaqueca, mas alguns alimentos parecem estar relacionados ao seu aparecimento. Estudos demonstram que 20% dos casos de crises estão relacionadas a fatores nutricionais. Veja alguns alimentos que podem causar a dor:

1. Leite, queijos curados e ricota – por possuírem tiramina;

2. Bebidas a base de cola e outros alimentos industrializados – por possuírem fenilalanina;

3. Vinho, cerveja, bebidas alcoólicas em geral – por possuírem flavonóides enólicos;

4. Adoçantes, temperos industrializados e aditivos alimentares – por possuírem glutamato de sódio, aspartame e nitrato de sódio;

5. Café, chá preto, chá mate e chocolates – por possuírem cafeína;

6. Frutas cítricas;

7. Alimentos gordurosos como carne de porco, amendoim, nozes, entre outros.

Os alimentos que provocam enxaqueca estão relacionados a modificações no tônus muscular, gerando a crise de dor.

352570 mulher bebe copo coca 436 Alimentos que causam enxaquecaRefrigerantes podem desencadear quadros de enxaqueca

Como proceder em relação à alimentação para diminuir as crises?

A melhor maneira de diminuir consideravelmente as crises enxaquecosas é eliminando os alimentos que podem causar a dor. Porém, cada pessoa possui uma resistência diferente a cada alimento. É importante tentar identificar quais as substâncias que estão causando as crises e retirá-las da alimentação.

Uma forma de identificar qual alimento está levando ao aparecimento da enxaqueca é: Retire todos os alimentos suspeitos. Após alguns dias, vá reintroduzindo um a um separadamente. Dessa forma você identificará qual, ou quais, os alimentos responsáveis pelo problema.

Uma dica: dois alimentos que juntos melhoram as crises

Água de coco – Outra maneira de melhorar a crise de dor é a ingestão de água de coco. Ela hidrata e repõe os sais minerais, conseguindo ajudar no controle da enxaqueca.

Gengibre em pó – Essa substância diminui o processo inflamatório, ao inibir a produção de prostaglandinas, diminuindo a dor.

Prepare um copo de 200ml de água de coco e misture uma colher de chá de gengibre em pó. Beba a mistura. Após meia hora você poderá notar diferença na dor.

Outros fatores que levam a enxaqueca

1. Níveis elevados de lipídeos plasmáticos e ácidos graxos. Essas substâncias aumentam a agregação das plaquetas; diminuem os níveis de serotonina cerebral e aumentam as prostaglandinas. Por isso, são fatores de desencadeamento de enxaqueca;

2. Deficiencia de magnésio pode levar ao aparecimento da crise, principalmente no período menstrual;

3. Presença de Helicobacter Pylorum (detectado por endoscopia), também está relacionado ao aparecimento de crises enxaquecosas;

4. A hipoglicemia reativa pode desencadear quadros de dor.

Se você possui problemas com enxaqueca, procure um médico. Existem medicamentos capazes de ajudar na diminuição da dor e da frequência de ocorrência do problema. Juntando medicamentos e a alimentação sem substâncias que desencadeiam a dor, suas crises podem diminuir consideravelmente.

352570 gengibre 3 Alimentos que causam enxaquecaÁgua de coco e gengibre em pó - ótimos para diminuir a enxaqueca
A categoria Saúde do portal Mundodastribos.com é um espaço informativo de divulgação e educação sobre os temas relacionados à saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento, sem antes consultar um profissional de saúde.

RECEBA OS ARTIGOS VIA EMAIL

Ao subscrever nossa newsletter, passar receber nossos artigos por email e informações sobre os nossos passatempos. É gratuito e sem spam.