Vítimas de infarto podem apresentar stress pós-traumático

Uma pesquisa realizada pela Universidade Columbia, nos Estados Unidos, apontou que o stress pós-traumático é uma condição frequente em vítimas de infarto. De acordo…

Por Isabella Moretti em 24/06/2012

Stress pós-traumático aumenta as chances de problemas cardíacos.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Columbia, nos Estados Unidos, apontou que o stress pós-traumático é uma condição frequente em vítimas de infarto. De acordo com os estudos, uma em cada oito pessoas que sofre um ataque cardíaco desenvolveu o distúrbio psicológico. As conclusões da pesquisa foram publicadas no periódico PLoS One na última quarta-feira (20).

Os pesquisadores norte-americanos também mostraram através da pesquisa que o risco de sofrer problema no coração ou reincidência de infarto é maior em pessoas que vivenciam a condição do stress-pós-traumático, podendo até levar ao óbito no período de três anos.

Veja também: Primeiros socorros em casos de infarto

Stress pós-traumático causa problemas cardíacos

Para formular uma conclusão a certa do tema, os autores da pesquisa se basearam em dados de estudos anteriores, que envolveram o acompanhamento de mais de 2 mil pacientes que sofreram com doenças cardíacas. Depois das análises, concluiu-se que o stress pós-traumático em pessoas que sofreram infarto é um problema muito sério, recorrente e que requer atenção do sistema de saúde.

Pesquisa aponta os perigos do stress pós-traumático.

A equipe de pesquisadores, coordenada por Donald Edmondson, acredita que os resultados do novo estudo podem intensificar os tratamentos do distúrbio, além de encontrar medidas para diminuir os fatores de riscos de novos eventos cardíacos.

Outro estudo sobre doenças cardíacas e stress pós-traumático

Uma pesquisa, que foi publicada no periódico médico American Journal of Cardiology, analisou veteranos de guerra que sofrem de stress pós-traumático e comprovou que eles possuem mais chances de sofrer complicações com problemas de coração.

Segundo os autores do estudo, os hormônios liberados pelo estresse intensificam as doenças cardíacas e alteram o comportamento das pessoas, fazendo com que elas se rendam aos vícios como álcool e tabaco, aumentando os fatores de risco.

Veja também: Infarto – Conheça as atitudes que devem ser tomadas para evitá-lo

Stress pós-traumático: sintomas e tratamento

O tratamento do stress pós-traumático requer terapia.

O stress pós-traumático é um transtorno desencadeado após uma situação traumática e, com isso, interfere na qualidade de vida do indivíduo. As causas do distúrbio estão relacionadas as experiências ruins,  como a violência sexual, bullying, tortura, agressão física e guerra.

Estima-se que, em média, 20% das pessoas que sofreram algum trauma desenvolvem o stress pós-traumático. Entre os principais sintomas do distúrbio, vale ressaltar o medo intenso, a angustia, a ansiedade, o sentimento de culpa, o isolamento social, a reexperiência traumática através dos flashbacks, a insônia e a irritabilidade.

O tratamento para atenuar os sintomas do stress pós-traumático é realizado através de terapia e medicamentos específicos.

Top